in ,

O Paulistão voltou! Tudo o que você precisa saber sobre a retomada do estadual

Jogos e clássicos do Tricolor no Paulistão 2021 - Foto: CBF

O Campeonato Paulista voltou nesta quarta-feira (22) após 128 dias de espera. A duas rodadas do fim da primeira fase, o torneio recomeça após quatro meses de paralisação por causa da pandemia do novo coronavírus. 

Muita coisa mudou desde o Guarani 3 x 2 Ponte Preta do dia 16 de março, último jogo antes da pausa. A começar pelo protocolo para o retorno dos jogos, que não terão a presença de público, e a restrição das cidades que vão receber as partidas.

Correria até o Brasileirão

O Paulistão tem mais seis datas: dois jogos da primeira fase, quartas de final, semifinal e duas finais. Tudo isso entre 22 de julho e 8 de agosto, data marcada para a grande decisão. O Campeonato Brasileiro, porém, tem início programado para o dia 9. Se um clube da Série A chegar à final, ajustes terão de ser feitos no calendário.

De resto, tudo mantido: inclusive o rebaixamento. Dos 16 clubes, só o Botafogo foi contra a manutenção.

+ Relembre aqui TODOS os gols do São Paulo neste ano

O tal protocolo

O documento elaborado pela Federação Paulista de Futebol (FPF) para o retorno dos jogos do Campeonato Paulista inclui, entre outras medidas, a realização de testes para Covid-19 em todos os envolvidos nas partidas e a divisão dos estádios em “zonas”, de acordo com a permissão de acesso.

Os estádios nos jogos do Paulistão serão divididos em três zonas: azul, vermelha e amarela, sendo que a azul é a mais próxima do campo de jogo, e a amarela a mais distante. No total, serão menos de 200 profissionais credenciados.

Máscaras obrigatórias na comissão técnica e banco de reservas e proibição de troca de camisas entre adversários são outras medidas. Veja aqui mais detalhes do protocolo.

Interior vai à capital

Em meio à retomada, o Paulistão não terá jogos em cidades que estejam na fase vermelha ou laranja do plano de flexibilização da quarentena no estado de São Paulo. Na fase amarela, apenas São Paulo (Corinthians, Palmeiras e São Paulo), Diadema (Água Santa), Barueri (Oeste) e Santos poderão receber as partidas.

Isso significa que os times do interior terão de mandar jogos em uma dessas cidades, o que deixou a tabela com duelos inusitados em grandes estádios. Veja alguns exemplos:

  • 22/7 – Ituano x Ferroviária (Canindé)
  • 23/7 – Inter de Limeira x Oeste (Arena Corinthians)
  • 26/7 – Ferroviária x Inter de Limeira (Morumbi)
  • 26/7 – Guarani x São Paulo (Vila Belmiro)
  • 26/7 – Novorizontino x Santos (Arena Corinthians)

Por: GloboEsporte.com

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara