Novo modelo de divisão de cotas de TV foi implementado no Brasileirão

A partir desta temporada, os valores das cotas de TV irão mudar de acordo com a posição na tabela do Campeonato Brasileiro

Um novo modelo de divisão de cotas de TV foi implementado no Campeonato Brasileiro a partir desta temporada. 

Os 20 clubes da série A optaram por negociar separadamente os valores para TV aberta, fechada e pay-per-view.

N TV aberta e fechada, a divisão pelos valores ficou da seguinte forma: 40% igualitário, 30% por posição e 30% por exibição.

A TV aberta e fechada, juntas, vão render R$ 1,1 bilhão aos clubes, dos quais 30% será destinado para a divisão de acordo com a tabela. Ou seja, R$ 330 milhões. Desse valor, o grande campeão terá direito a R$ 33 milhões. Já o vice ficará com R$ 31,35 milhões, R$ 1,65 milhão a menos. Uma queda gradativa de 5% por posição até o 10º colocado e 8% até o 16º.

Ou seja, a posição na tabela do Brasileirão será importante para os clubes conquistarem um valor maior de Cotas. Quando melhor classificado, maior é o valor que será recebido.

Veja a divisão por posição (em reais):

Campeão – 33 milhões
Vice – 31,3 milhões
3º – 29,7 milhões
4º – 28 milhões
5º – 26,4 milhões
6º – 24,7 milhões
7º – 23,1 milhões
8º – 21,4 milhões
9º – 19,8 milhões
10º – 18,1 milhões
11º – 15,5 milhões
12º – 14,6 milhões
13º – 13,7 milhões
14º – 12,8 milhões
15º – 11,9 milhões
16º – 11 milhões

Foto: Divulgação
Fonte: Torcedores.com