in ,

São Paulo apresenta déficit de R$ 156 milhões em 2019

Na noite desta quarta-feira, São Paulo apresentou o balanço financeiro de 2019 para o Conselho de Administração com um déficit de R$ 156 milhões

O São Paulo apresentou o seu balanço financeiro de 2019 para o Conselho de Administração com um déficit de R$ 156 milhões. Os valores foram aprovados e agora seguem para o Conselho Fiscal e, posteriormente, para o Conselho Deliberativo. O único a votar contra o balanço foi o vice-presidente Roberto Natel. 

Ciente de que as finanças fechariam com déficit, o Conselho de Administração colocou como principal meta para o orçamento de 2020 a redução desta dívida. Para isso, haverá um controle rígido sobre todos os departamentos do clube.

Há o consenso de que as áreas não cumpriram com seus objetivos e precisam mostrar resultados nos próximos meses. A fiscalização rigorosa é uma das premissas para este ano.

No orçamento aprovado no ano passado também ficaram definidos cortes nos custos do futebol (profissional e de base) e aumento nas receitas, o que terá impacto, por exemplo, no marketing. Neste início de ano, o setor está focado em patrocínios para os uniformes.

No quesito corte de custos, o São Paulo avalia ter uma economia de cerca de R$ 18 milhões com empréstimos e saídas de atletas. Foram eles: Jucilei, Hudson, Everton Felipe, Jonatan Gómez, Jean, Raniel e Araruna.

Outra manobra para reduzir esta dívida está na venda de jogadores. Neste ano, o São Paulo negociou Antony por R$ 74 milhões e mais 20% da revenda de David Neres, do Ajax, por R$ 32 milhões. O orçamento para este ano prevê R$ 154 milhões em vendas.

Foto: Marcelo Hazan 
Fonte: Globoesporte.com

O que achou?

Escrito por Natália Milreu