Presença de conselheiro no vestiário após derrota incomoda jogadores

Segundo o jornalista André Hernan, do canal SporTV, a presença de um conselheiro no vestiário após a derrota causou incômodo entre os jogadores nesta quinta-feira

Após a derrota para o Fluminense, nesta quinta-feira no Morumbi, a presença do conselheiro Marcos Tadeu no vestiário do Tricolor causa incômodo entre os jogadores. Ele tem uma boa relação com o presidente Leco.

O conselheiro antes do jogo terminar desceu antes para a porta dos vestiários e começou a dar gritos de incetivo a todos os atletas que ali passavam. No entanto, a atitude não foi bem recebida, já que poucos ou quase nenhum atleta sabia quem era o conselheiro.

Geralmente, no vestiário vão apenas os diretores (Leco, Raí e Alexandre Pássaro) e membros da comissão técnica, além dos assessores do clube. A presença de conselheiros pelo local também não é algo novo.

O São Paulo vai apurar o fato e pretende reforçar a segurança na porta dos vestiários para que situações desse tipo não se repitam.

Foto: Marcos Ribolli
Fonte: Globoesporte.com