in , , , ,

Por Onde Anda ESPECIAL – Campeões do mundo de 1992

Saiba por onde andam os principais jogadores da conquista do primeiro Mundial de Clubes do Tricolor 

Neste domingo, a Band irá retransmitir o título do Mundial de Clubes de 1992 do Tricolor

Abaixo, veja por onde andam os nossos ídolos que conquistaram o primeiro Mundial na história tão grandiosa do São Paulo. 

Zetti – Encerrou a carreira de goleiro em 2001 e depois foi treinador. Atualmente é dono de uma escolinha de goleiros, a Fechando o Gol, e atua também como comentarista na TV. 

Vitor – Lateral-direito da equipe campeã visitou o CT da Barra Funda recentemente. Ele vive em Mogi Guaçu, sua cidade-natal, onde encerrou a carreira no Guaçuano em 2009 e foi também diretor. Organiza eventos de times de máster.

Ronaldão – Um dos líderes da equipe multi-campeã na era Telê, encerrou a carreira de zagueiro em 2002. Foi diretor da Ponte Preta e hoje tem negócios fora do futebol. 

Adilson – Encerrou a carreira no fim da década de 1990. O ex-zagueiro vive em Cruzeiro-SP, onde fundou uma associação esportiva para atender jovens da região, e está buscando ser treinador. Visitou a concentração do São Paulo em 2016. 

Ronaldo Luiz – Lateral-esquerdo que ficou conhecido por salvar bolas sobre a linha nos jogos decisivos do São Paulo, encerrou a carreira precocemente, aos 28 anos. Hoje em dia atua como pastor.

PintadoEncerrou a carreira em 2002. Ex-volante foi anunciado como técnico do Juventude no fim de março, após ter passado pelo próprio São Paulo, onde foi auxiliar e interino em 2017. 

Toninho Cerezo –  Veterano naquela equipe campeã, é treinador, com passagem marcante pelo Kashima Antlers, do Japão. Atualmente sem clube.

Cafu Aposentou-se em 2009 e trabalha em várias áreas como empresário. Ainda participa de projetos sociais, como a fundação que leva seu nome. Além disso, participa de eventos ligados ao futebol, como ocorreu no sorteio da Copa de 2018. Está bem próximo do São Paulo e, neste ano, participou do lançamento do uniforme nas redes sociais.

Raí – Autor dos dois gols do São Paulo na decisão, aposentou-se no próprio clube, em 2000, e é diretor de futebol do Tricolor desde 2017. 

Muller – Encerrou sua carreira como atleta em 2004, foi pastor e hoje atua como comentarista na TV Gazeta.

Palhinha – Se aposentou em 2006. Desde 2019 administra o União de Almeirim, clube da quarta divisão portuguesa que tem acumulado bons números. 

Foto: Rodrigo Alcântara – SPFC Notícias 
Font: LANCE

O que achou?

Escrito por Natália Milreu