in

Hells Bells deve tocar pela última vez hoje na Libertadores

(Inclui vídeo) A canção do AC/DC que é trilha da entrada do São Paulo ao gramado do Morumbi está com os dias contados, ela dará lugar a hino do clube em versão rock ´n roll

Hells Bells, música escolhida por Rogério Ceni há mais de quatro anos, quando fez seu 1000º peço São Paulo e ficou como o tema da entrada do time a campo deverá ser substituída em março pela versão em rock do hino do clube. Nesta quarta-feira, em duelo com o Danubio, ela deverá ser tocada pela última vez.

A ideia da diretoria tricolor era de que a mudança fosse feita na estreia da equipe em casa no torneio sul-americano, competição predileta da torcida e que justamente impediu Ceni de se aposentar em 2014.

+ PATO: “A Libertadores é a minha Champions League”

+ Ingressos para a Libertadores está à venda nas bilheterias do Morumbi. Veja os valores

O novo hino, que começou a ser produzido em dezembro passado, foi finalizado há pouco mais de uma semana e ainda nem passou por audição definitiva dos dirigentes.

Andreas Kisser, guitarrista do Sepultura, são-paulino fanático e amigo do goleiro foi quem comandou a produção em parceria com o clube e outros músicos torcedores, como Jairzinho, Edgard Scandurra (do Ira) e membros da banda República – além de adolescentes do grupo artístico Meninos do Morumbi, ONG com quem Kisser se apresentou no palco do Grammy Latino de 2008.

O departamento de marketing do clube apresentará o áudio a Ceni nos próximos dias. Os dirigentes entendem que a troca precisa de seu aval por ter sido ele o responsável pela introdução de Hells Bells como ritual na subida da escadaria do vestiário até o campo.

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0