Felicidade em dose dupla

Ao chegar na capital para assinar contrato com o Tricolor, Denílson, o novo reforço da equipe, teve uma grande notícia, o nascimento de sua filha

Ao chegar em São Paulo na última quinta-feira (8), o atacante que vem do Avaí recebeu a notícia de que a sua primeira filha, Maria Elis, tinha acabado de nascer. A pequena chegou para dar sorte ao novo jogador são-paulino.

Feliz em dobro, o atleta comemora o momento especial. “Foi um dia muito especial. Celebrar o nascimento da minha filha e chegar ao São Paulo são momentos que ficarão marcados e que, sem dúvida, me dão motivação extra neste novo desafio na carreira. Assim que desembarquei em São Paulo recebi a notícia do nascimento dela e já comecei a minha trajetória com o pé direito no clube (risos). Estou muito feliz”, disse o jogador.

Após conhecer o CT da Barra Funda e agendar os exames que foram realizados na manhã desta sexta-feira, o jovem atleta de 21 anos foi para o Morumbi acompanhar o jogo contra o Vitória. Na torcida pelos companheiros, Denílson não vê a hora de entrar em campo para ajudar o time.

“Estou muito contente e preparado para ajudar os meus novos companheiros. Quero mostrar o meu futebol e retribuir a confiança do clube”, disse o jogador.

Denílson pertence ao Granada-ESP, mas estava jogando pelo Avaí, onde era o artilheiro da equipe, com oito gols em 21 partidas. Emprestado até o final do ano, o centroavante chamou a atenção da comissão técnica jogando pelas beiradas do campo.

“Chegar ao São Paulo é a realização de qualquer jogador, por isso é um privilégio fazer parte do clube agora. Quando soube do interesse do São Paulo fiquei muito ansioso com este momento para chegar aqui. Acredito que isso é fruto do trabalho que tenho desenvolvido desde as categorias de base. Meu ponto forte é o apoio ao ataque, pelas laterais ou mais centralizado, mas gosto de ajudar taticamente. Aprendi bastante na Europa e sei a importância de ajudar defensivamente também”, completou.

LEIA MAIS

+ Janela de transferência para a Europa assombra o Tricolor

+ Gigante sul-americano de olho em Buffarini

Contente e realizado em poder trabalhar com Ceni, o jogador se diz experiente e pronto para esse novo desafio.

“Chego ao São Paulo no melhor momento da minha carreira, mais experiente. Mostrei o meu trabalho no Avaí e agora quero ajudar o São Paulo. A oportunidade de trabalhar com o Rogério, que tem demonstrado potencial para ser um treinador vitorioso, também me deixou feliz. Ele é um ídolo do futebol e fazer parte disso é a realização de um sonho. Me sinto privilegiado. O clube brigará pela vaga na Libertadores e pelo título no Brasileiro, e temos totais condições de fazer isso. Estou pronto”, finalizou.

Foto: Érico Leonan/SPFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *