in ,

Elenco e comissão técnica demonstram apoio a Pablo

Pablo briga por uma vaga de titular do São Paulo no clássico contra o Santos, neste sábado, às 19h, no Morumbi

Em má fase, Pablo enfrenta um jejum de nove partidas sem fazer gols: ele marcou só uma vez em dez jogos na temporada. Apesar disso, Pablo recebe apoio dos companheiros e da comissão técnica.

Pato, vice-artilheiro do elenco no ano, com quatro gols, demonstrou solidariedade. Ele também viveu um jejum de gols em 2020. Até o duelo com o Oeste, pelo Paulistão, no fim de fevereiro, ele estava desde agosto de 2019 sem marcar.

“O Pablo tem todo nosso suporte. Um cara que treina muito, que rala. Acho que isso faz parte do futebol. A bola bate, entra. Ele está se posicionando bem. A bola às vezes não entra, mas tenho certeza de que aos poucos ele vai conseguir. Todos estão tentando ajudar. Ele me ajuda também. Toda a oportunidade que ele tiver ele vai estar lá tentando. É não desistir. Ele não vai desistir, tenho certeza que vai estar lá porque é um ótimo trabalhador. A torcida pode confiar nele, porque é um cara de qualidade”, disse. 

Fernando Diniz também demonstrou apoio a Pablo.

“O Pablo é um grande jogador, contratado pelo São Paulo pela temporada magnífica que fez no Athletico. Ele foi meu jogador, e ele está passando por um momento que vai acabar. A gente ganhando facilita. Os jogadores estão com ele, eu estou com ele”, falou. 

Pablo começou o ano como titular do São Paulo, enquanto Antony estava na seleção olímpica. Após a volta do atacante, o camisa 9 foi para a reserva. 

Ele atuou desde o início contra:

  • Água Santa (fez gol)
  • Palmeiras
  • Ferroviária
  • Novorizontino
  • Santo André
  • Corinthians

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net
Fonte: Globoesporte.com

O que achou?

Escrito por Natália Milreu