Após entrada dura do goleiro do Nacional, Kardec está usando muletas

O atacante do são Paulo reclama do árbitro por não marcar a falta no lance em que foi atingido no tornozelo direito, contra o Atlético Nacional na última quarta feira na Colômbia. Segundo o jogador, era uma falta clara e passível de cartão vermelho.

– Foi uma entrada criminosa do goleiro. O juiz não deu a falta porque teria de expulsá-lo – disparou o atacante.

Kardec partia sem marcação em direção ao gol adversário, ao tentar driblar o Armani –goleiro do Nacional- e fazer o gol, sofreu a falta, mas na visão do árbitro, nada foi e o lance seguiu. O jogador permaneceu alguns minutos caído no gramado sentindo fortes dores.  Jogadores do São Paulo foram reclamar, mas o árbitro uruguaio Daniel Fedorczuk cobrou apenas tiro de meta.

– Na hora, pensei que tivesse quebrado. Fiquei assustado, a segunda entrada foi no mesmo lugar e não deu para continuar. Hoje, o tornozelo está menos inchado, o que me deixa mais otimista para o jogo de quarta. Assim que chegar a São Paulo vou fazer o exame – disse Kardec.

+ Muricy deve ir com time reserva domingo contra o Santos

+ São Paulo tomará medidas contra a Penalty após erro de comunicação da empresa

O departamento médico do Tricolor não está tão confiante como o jogador e acha um pouco difícil a presença de Kardec para a partida de quarta feira no Morumbi.

“O corpo clínico quer aguardar o resultado dos testes para dar qualquer previsão de quando ele poderá estar em campo” disse José Sanchez, médico do São Paulo.

Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Kardec já não enfrentaria o Santos, neste domingo, em Cuiabá, pelo Brasileirão e terá mais tempo de se recuperar, inclusive, fisicamente.

Com a derrota por 1 a 0, em Medelim, o São Paulo precisa vencer o Atlético Nacional por dois ou mais gols de diferença, na próxima quarta-feira, no Morumbi. Quem passar pega Boca Juniors ou River Plate na decisão. Ontem os argentinos empataram em 0 x 0 na Bombonera.

kardec

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FOTO: Globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *