São Paulo vacila e perde em casa para o Ceará

Em um jogo fraco e com muitas chances perdidas, o Ceará larga na frente na Copa do Brasil

Na noite desta quinta-feira no Morumbi, o São Paulo perdeu de 2×1 para o Ceará e agora terá vida dura para se classificar as quartas de final da Copa do Brasil.

O tricolor irá visitar o vozão na próxima quinta feira as 19h30 no Ceará e para passar de fase terá de vencer por mais de dois gols de diferença a partir de 3×1. O resultado de 2×0 a favor do SPFC levará a decisão para os pênaltis.

O JOGO

O jogo começou bem para o São Paulo que nos 10 primeiros minutos já havia chutado três com perigo ao gol cearense. Mas o futebol prega suas peças e tem o velho ditado que quem não faz, toma. Bom, esse maldito ditado aconteceu no Morumbi e aos 17 minutos do primeiro tempo, o Ceará, em sua primeira chegada, fez 1×0 após falha de Reinaldo.

O São Paulo era muito superior, mas não conseguia furar o bloqueio dos visitantes que após abrirem o placar ficaram com os 11 jogadores no campo de defesa, com isso, o time de Osorio foi todo ao ataque e o técnico Juan Carlos Osorio inverteu o posicionamento de Pato e Carlinhos: o atacante passou a jogar pela esquerda e o lateral foi para a direita.

A alteração deu resultado efeito, e o time chegou mais vezes ao gol cearense. A torcida fez de tudo para tentar empurrar o time e contagiar os atletas, mas não dava certo.

Aos 39, Ganso abriu espaço e finalizou bonito de longe, mas a bola passou rente a trave. Aos 41 minutos, Carlinhos cruzou pela direita, agora com o pé esquerdo, e Pato carimbou a trave direita do goleiro Luis Carlos, que teve trabalho para conter as investidas são-paulinas. A blitz seguia intensa e sufocando o rival, que aos 42 só não sofreu o empate porque a pancada de Thiago Mendes foi desviada para escanteio. Na cobrança, após bate e rebate na área, a bola sobrou para Michel Bastos. O camisa 7 finalizou forte, mas o goleiro Luis Carlos fez grande defesa e evitou a reação tricolor antes do intervalo!

No intervalo, Osorio tirou Luis Fabiano (dores no joelho) e colocou o colombiano Wilder Guisao, que por sinal, estreou muito mal e não foi nada daquilo que Osorio havia “vendido” do atacante. Com a mudança, Pato foi centralizado, enquanto o colombiano ficou aberto pelas pontas.

Aos oito minutos da segunda etapa, Wesley entrou no lugar de Reinaldo que saiu muito vaiado pelos torcedores.

Aos 10 minutos, Carlinhos cruzou pela esquerda, e Luiz Eduardo subiu alto, mas cabeceou por cima do gol. E, quando pressionava e buscava balançar as redes como na primeira etapa, os visitantes marcaram. Rafael Costa, em cobrança de pênalti, ampliou: 2 a 0.

Sem acusar o golpe, os donos da casa partiram para cima e trataram de descontar na fria capital paulista. Pato dominou dentro da grande área, aos 22, olhou o posicionamento do goleiro e finalizou com estilo, no canto esquerdo do goleiro Luis Carlos! Belo gol do Tricolor, que aos 31 quase marcou um verdadeiro golaço para decretar o empate. Carlinhos fez fila na zaga do Ceará pela direita, foi até a linha de fundo e bateu, mas a defesa adversária conseguiu afastar e brecar a reação são-paulina: 2 a 1 e disputa pela vaga aberta no confronto de volta, em Fortaleza.

https://www.youtube.com/watch?v=z7x6_wETKVc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *