NOSTALGIA TRICOLOR – Final do Mundial Interclubes de 1993

Há 26 anos o Tricolor ganhava o mundo pela segunda vez, graças ao gol “espírita” de Muller

Uma partida que despertou todos os sentimentos possíveis no torcedor são-paulino: Angústia, desespero, conformismo, vibração e êxtase total. Assim foi o confronto diante do Milan-ITA que consolidou o Soberano pela segunda vez como campeão do mundo, no ano de 1993!

O São Paulo ganhou a Copa Libertadores de 1993, o bicampeonato consecutivo. Na final da competição sul-americana, enfrentou a Universidad Católica, do Chile. O resultado foi 5 a 1 a favor dos paulistas no primeiro jogo, no Morumbi – o maior placar em decisões na história do torneio. Na partida de volta, no Chile, o Tricolor perdeu por 2 a 0, mas manteve a taça mais cobiçada da América do Sul em suas mãos.

A decisão mundial foi contra o Milan. A equipe italiana foi a vice-campeã europeia daquele ano. O campeão, Olympique de Marseille, foi punido e impedido de participar do torneio por caso de corrupção entre seus dirigentes durante o campeonato francês. Contudo, nada que tirasse o valor dos “rossoneros” de Milão, que era, em verdade, a base da seleção italiana que seria vice-campeã mundial em 1994.

“Na raça pura, do jeito que deu. Meio de costas, meio de joelho, mas muito com o coração, com a vontade, com a garra e com a raça do São Paulo e do futebol brasileiro”. Foi assim que o narrador Galvão Bueno descreveu o título mundial do São Paulo.

Durante a partida, o São Paulo sofreu dois empates seguidos. Palhinha abriu o placar aos 19 minutos do primeiro tempo. No começo da segunda etapa, aos 3 minutos, Massaro empatou. Aos 14, Toninho Cerezo, eleito melhor jogador em campo, colocou o time brasileiro em vantagem novamente.

O final do duelo foi histórico. Papin empatou o jogo novamente aos 35 minutos da etapa final. Cinco minutos depois, Muller marcou o gol do título. 

O jogo acabou 3 a 2 a favor do São Paulo, que ganhava o seu segundo título mundial. Era o bicampeonato consecutivo de uma seleção de craques, que já tinha desbancado o Barcelona no ano anterior. Agora, vencia o Milan, que também tinha grandes estrelas.

Sem mais delongas, veja os gols e a festa Tricolor aqui:

SÃO PAULO 3 x 2 MILAN

Data: 12/12/1993
Local: Estádio Nacional de Tóquio – Japão
Gols: Palhinha aos 19min do primeiro tempo. Massaro aos 3min, Cerezo aos 14min, Papin aos 36min e Muller aos 41min do segundo tempo.
Público: 52.275 pagantes
Árbitro: Joel Quinou (FRA)

SÃO PAULO: Zetti; Cafu, Válber, Ronaldão e André Luiz; Doriva, Dinho, Toninho Cerezo e Leonardo; Muller e Palhinha (Juninho). Técnico: Telê Santana

MILAN: Rossi; Panucci, Costacurta, Baresi e Maldini; Albertini (Orlando), Donadoni e Desailly; Massaro, Papin e Raduciou (Tassoti). Técnico: Fábio Capello

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *