Quem ficará com a vaga de Liziero?

Sem Liziero, São Paulo pode ir mais recuado ou se lançar ao ataque na decisão; veja as opções

O São Paulo decidirá o título do Campeonato Paulista desfalcado. Provavelmente sem Liziero, que se recupera de uma “alteração” no posterior da coxa esquerda, Cuca tem algumas opções para escalar no jogo do próximo domingo, às 16h.

Hernanes ainda não possui ritmo de jogo. Ele ficou quatro semanas afastado se tratando de um estiramento na coxa esquerda e só retornou aos gramados no último domingo, quando entrou no segundo tempo do confronto com o Corinthians. 

“Quanto à condição física, a semana ajuda, mas não é suficiente. Foram quatro semanas sem jogar e ainda sem poder treinar em alto nível. A condição vai melhorar, com certeza, mas somente os jogos e um pouco mais de jogos permitirão que eu alcance os 100%. Estamos melhorando, evoluindo”, afirmou Hernanes.

“A [posição] que eu entrei foi a que o Liziero desempenhou, o que muda é somente a interpretação minha e dele. Ele tem uma característica mais de toque de bola, de armação de jogada, que eu também tenho. Mas, a minha característica principal é a de chute de fora da área. Então, me aproximo um pouco mais. Mas, a posição, de fato, não mudou, porque estava no 4-3-3, então, somente a questão de interpretação”, prosseguiu Hernanes.

O treinador Tricolor ainda testou Jucilei no treino desta quinta-feira, no CT da Barra Funda.

OPÇÃO 1: Tiago Volpi; Hudson, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Jucilei e Igor Gomes; Antony, Everton Felipe e Everton.

Posteriormente, Jucilei foi recuado para a função de zagueiro, formando uma primeira linha de cinco defensores ao lado de Reinaldo, Bruno Alves, Arboleda e Igor Vinícius na lateral-direita, com Hudson sendo deslocado para formar a dupla de volantes com Luan. Nesta formação, mais conservadora, Igor Gomes acabou saindo da equipe.

OPÇÃO 2: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Bruno Alves, Jucilei e Reinaldo; Luan e Hudson; Antony, Everton Felipe e Everton

Outra possibilidade testada foi a entrada de Nenê e Hernanes nas vagas de Everton Felipe e Everton, formando um quarteto de meio-campo com Hudson e Luan. Neste esquema, Antony seria a única referência de ataque do São Paulo, que continuaria contando com a linha de cinco defensores (Reinaldo, Bruno Alves, Arboleda, Jucilei e Igor Vinícius).

OPÇÃO 3: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Bruno Alves, Jucilei e Reinaldo; Luan e Hudson;Hernanes, Nene e Antony

FOTO: Érico Leonan / saopaulofc.net