Que fase…

Alan Kardec fala em pior fase da carreira, porém ganha respaldo da diretoria e comissão técnica

Com apenas 1 gol em 29 jogos, Alan Kardec vive sem dúvidas alguma, uma das piores fases de sua carreira, quando questionado sobre sua fase o atacante falou.

– Talvez sim (pior fase da carreira), talvez sim. As coisas não têm acontecido da maneira que eu queria. Espero que isso possa mudar – disse o jogador.

Diante da má fase, o jogador de 27 anos, com passagem pela Europa e outros clubes nacionais, admite que o lado psicológico começa a pesar.

– A partir do momento em que você acerta uma ou duas bolas na partida, você se sente confortável. O gol faz você se sentir melhor ainda, mas infelizmente não tem acontecido. Tecnicamente está sendo abaixo do esperado. Tenho de continuar lutando, trabalhando para que as coisas melhorem – explicou.

+ Insastifeito, atacante Rogério força sua saída do São Paulo

No entanto, Kardec tem respaldo do clube. Edgardo Bauza disse que o caminho para dar a volta por cima é a confiança, algo que está sendo dado pela comissão técnica ao jogador.

– A experiência para superar isso é a confiança. A confiança que damos a ele cada vez que tem a oportunidade de jogar. As características dele são boas, mas não está passando por um bom momento. E o único jeito de se recuperar é jogando. Não tem outro jeito. Nós damos a confiança para ele fazer em campo o que sabe – destacou o treinador.

Assistente técnico de Edgardo Bauza, Pintado também comentou sobre a fase de Kardec.

– Um atacante, quando não faz o gol, se sente muito incomodado. Com um resultado como o de hoje, o mundo cai. Mas o Alan continua com a nossa credibilidade. É um atleta que tem vergonha na cara, muito profissional, gosta do São Paulo. As bolas têm de entrar, senão fica pesado para todo mundo – completou Pintado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *