Operação Libertadores!

São Paulo envia assistente técnico, Pintado, á Colômbia para espionar e estudar Atlético Nacional de Medellín

O São Paulo estuda maneiras de superar o Atlético Nacional, da Colômbia, e chegar às finais da Taça Libertadores deste ano. Os confrontos serão apenas nos dias 6 e 13 de julho, mas o clube do Morumbi já mandou um espião a Medellín no último final de semana com missão de fazer um raio-x do adversário e também verificar a logística da viagem.

Auxiliar técnico de Edgardo Bauza, Pintado viajou na sexta-feira e pôde sentir o desgaste da viagem. O ex-jogador precisou fazer escala no Panamá antes de desembarcar no local do confronto, por isso começou a traçar a melhor logística para o Tricolor.

De acordo com o auxiliar, a localização do aeroporto internacional, cerca de 45 minutos distante da cidade, pode atrapalhar. Ele sugere à diretoria fretar um voo e utilizar um aeroporto de menor porte no centro. Assim, o tempo de viagem diminuiria.

+ FIFA pode emperrar renovação de Ganso com o São Paulo, entenda o caso

Após assistir um jogo da equipe Colombiana em seus domínios no estádio Atanasio Girardot, Pintado falou sobre as características do adversário São Paulina nas semi-final da Libertadores.

– O São Paulo precisa ter seriedade, manter os pés no chão, porque não é um jogo que você vence apenas com o peso da sua camisa. É um time que não chegou por acaso à semifinal, é muito consistente, organizado dentro de campo e com muita força no ataque – destacou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *