in ,

Caio Ribeiro é a favor de liberar os treinos em São Paulo

Caio Ribeiro analisa São Paulo: "Não pode oscilar tanto em um mesmo jogo"

Para o comentarista Caio Ribeiro, “está na hora” dos treinos voltarem em São Paulo

Para Caio Ribeiro, a flexibilização da quarentena deve ser feita no futebol. O comentarista acha que os treinos de São Paulo já deveriam ter sido liberados, já que na capital já voltaram a funcionar shoppings e comércio de rua. 

Porém, em anuncio feito pelo governador João Dória, os treinos só estão liberados em São Paulo a partir de 1º de julho. O anúncio frustrou vários clubes que disputam a Série A1 do Campeonato Paulista e a FPF (Federação Paulista de Futebol), que esperavam um retorno mais imediato.

“Se o comércio está reabrindo, se os shoppings estão reabrindo, por que o futebol não pode voltar? Eu acho que está na hora de voltar, e não acho que o futebol seja um mundo a parte não. É sempre bom a gente colocar: uma coisa é campeonato e outra é o treinamento. Se os médicos responsáveis criaram um protocolo de saúde onde todos os jogadores serão testados regularmente, eu acho que está na hora de voltar”, defendeu Caio. 

O comentarista ainda comparou as medidas adotadas por São Paulo e Rio de Janeiro, e criticou a falta de unidade entre os cariocas.

“São duas coisas bem diferentes. Uma coisa é o treino e outra é o jogo. O treino a céu aberto, com protocolos de saúde, respeitando os distanciamentos… Sempre bom a gente lembrar o que está acontecendo no Rio. Só para pegar o exemplo do Flamengo: eram 17 infectados, hoje não existe nenhum. Os jogadores entendem que estarão mais seguros dentro de um clube de futebol do que em suas próprias casas”, disse. 

E completou: “As lesões musculares estão mais propensas a acontecer nesta volta do futebol. Por isso, me agrada mais o que está sendo feito em São Paulo do que no Rio de Janeiro. Eu acho que todos têm que ter pelo menos de 15 a 20 dias de treinamentos para, depois, começar o campeonato. No Rio, os clubes já voltaram – e não estou criticando o Flamengo, que é uma liderança na volta do futebol e está fazendo isso com muita responsabilidade – mas o ideal é que todos tenham o mesmo tempo de preparação, para que a lesão aconteça em menor nível.”

Foto: Reprodução TV
Fonte: UOL Esporte

O que achou?

Escrito por Natália Milreu