Atuações do Tricolor. São Paulo 4×0 Danubio

Pato marca dois, Reinaldo brilha, e Souza comanda time

Alexandre Pato mostrou que está em ótima fase e ajudou o Tricolor a conquistar a primeira vitória na Taça Libertadores. Veja abaixo as notas dadas aos jogadores:

ROGÉRIO CENI – GOLEIRO
No primeiro tempo apenas participou da partida para cobrar tiros de meta e em bolas recuadas e na segunda etapa fez uma boa defesa. Espectador da partida. NOTA: 6,5

BRUNO – LATERAL-DIREITO
Vem crescendo e mostrando que pode e deve ser titular. Participou do segundo gol ao fazer belo cruzamento para Alexandre Pato. NOTA: 7

THIAGO MENDES – VOLANTE
Entrou para manter a pegada do time no meio-campo e correspondeu. NOTA: 6,0

RAFAEL TOLOI – ZAGUEIRO
Exagera em querer dar combate no meio-campo em todas as jogadas. Na defesa, marcou bem, mas falhou na única bola aérea perigosa do Danubio, que quase terminou em gol. NOTA: 5

DÓRIA – ZAGUEIRO
Rápido e direto, ele foi melhor que seu companheiro de zaga. NOTA: 6,5

REINALDO – LATERAL-ESQUERDO
Fez uma ótima jogada no primeiro gol do Tricolor. Ainda foi ao ataque em outras oportunidades e na defesa, deu conta do recado. NOTA: 7,5

DENILSON – VOLANTE
Errou muitos passes no meio-campo e levou cartão amarelo. Demorou para se achar em campo. NOTA: 5

HUDSON – VOLANTE
Entrou aos 27 minutos do segundo tempo porque Denilson tinha cartão. Deu mais poder de marcação ao meio-campo e vem jogando bem ultimamente. Denílson que se cuide. NOTA: 6

SOUZA – VOLANTE
O dono do meio-campo são-paulino. Marcou forte, não perdeu divididas e foi o porta-voz do time. Não afinou quando os uruguaios abusaram das pancadas. NOTA: 7,5

PAULO HENRIQUE GANSO – MEIA
Ainda abaixo do que pode mostrar. Bem marcação, sofreu com a pegada dos uruguaios, mas deu alguns bons passes. Precisa melhorar e muito NOTA: 6

MICHEL BASTOS – MEIA
Deu um belo toque de calcanhar para iniciar a jogada do primeiro gol do São Paulo. Oscilou no jogo e quase marcou um gol. NOTA: 7

CAFU – ATACANTE
Deu dois toques na bola. No primeiro, errou o domínio. No segundo, fez o quarto gol do time. Nota: 6,5

ALEXANDRE PATO – ATACANTE
Vive grande fase. Aproveitou dois belos cruzamentos e marcou dois gols, sendo que o primeiro foi um golaço. Ainda quase fez outro por cobertura. Chamou a responsabilidade e foi o principal destaque da equipe. NOTA: 9,5

LUIS FABIANO – ATACANTE
Bem marcado pela defesa uruguaia, saiu mais da área do que o costume para tentar entrar no jogo. Na única chance que teve, deu um chute perigoso na etapa complementar. NOTA: 6,5

MURICY RAMALHO – TREINADOR
Escalou o time ideal, mexeu bem e foi vibrante com a equipe. É Muciry!. NOTA: 9

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *