in , ,

Alto custo: São Paulo estuda futuro de Eder, que tem contrato e dívida a receber do clube

Eder saiu machucado contra o Racing. (Foto: Matheus Tahan/Photopress/Estadão conteúdo)

Atacante quer dar volta por cima no Tricolor e curte férias enquanto define próximos passos da carreira

Contratado no início da temporada como candidato a protagonista do ataque do São Paulo, Eder se tornou um problema a ser resolvido pela diretoria do clube.

O jogador não convenceu durante o ano, e o clube sinalizou a ele a intenção de rescindir amigavelmente o contrato, como mostrou primeiramente o “Goal”.

Eder, porém, tem planos diferentes, quer ter mais chances em 2022 e não gostaria de sair. O atleta ainda tem a expectativa de retribuir em campo ao São Paulo.

O clube agora estuda a situação. Avalia se vale a pena a rescisão, cujo custo dependeria de quanto o atacante está disposto a abrir mão, ou se o mantém no elenco como opção para Rogério Ceni.

O estafe de Eder não cita os valores, mas apenas que se trata como grande a dívida pela qual o São Paulo ainda não fez proposta de acordo. O experiente atleta de 35 anos curte férias neste fim de ano com a família.

O São Paulo deve luvas e direitos de imagem a Eder de 2021, além de, obviamente, o restante do contrato, que termina no fim de 2022.

O jogador dificilmente abrirá mão de parte do compromisso, o que dificulta qualquer acordo neste primeiro momento.

O atacante atuou em 29 partidas pelo São Paulo, 13 delas como titular, e anotou cinco gols. O último jogo de Eder pelo clube foi em 17 de novembro, na vitória sobre o Palmeiras.

Já o último gol ocorreu em junho, no empate por 1 a 1 com a Chapecoense, no Morumbi, ainda pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Por: José Edgar de Matos e Leonardo Lourenço / ge
Foto: Matheus Tahan/Photopress/Estadão conteúdo

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara