in ,

Zé Elias detona Juanfran

Juanfran ficará de fora dos gramados por 45 dias por conta de lesão - Globoesporte.com

Comentarista da ESPN criticou o desempenho do experiente lateral-direito: “limitado”

O São Paulo visitou o Vasco, neste último domingo, e foi derrotado por 2 a 1, em jogo válido pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro (a segunda partida dos dois times na competição). O Tricolor dominou parte do jogo, mas vacilou na etapa final e foi derrotado pela equipe carioca, em São Januário.

No programa ‘SportsCenter’, da ESPN Brasil, o comentarista Zé Elias analisou a derrota do Tricolor no Rio de Janeiro. Para o ex-jogador, o experiente lateral-direito Juanfran foi um dos piores em campo e ainda não deu o retorno esperado no São Paulo.

O Juanfran é limitado. Ele jogou não sei quanto tempo no Atlético de Madrid e tinha um sistema que protegia. Se ele fosse bom dessa forma, teria ficado na Europa. Você só acrescenta experiência e passa confiança para os jogadores se fizer em campo. Tecnicamente, dentro de campo, se ele fosse bom o suficiente, ele estaria na Europa. Você não pode contratar jogador por causa da história”, detonou o comentarista.

“E o que o Juanfran acrescentou ao São Paulo, como jogador? Desculpa, eu não vi o Juanfran dando retorno para o São Paulo. Talvez ele possa ajudar o Raí e o (Alexandre) Pássaro na gestão de elenco, pela experiência que teve na Europa”, completou o ex-jogador.

Com três pontos no Brasileirão, o São Paulo volta a campo pela competição na próxima quinta-feira, às 20h, contra o Bahia, no Morumbi, em jogo válido pela quarta rodada. O Tricolor tem um jogo a menos por conta da partida adiada contra o Goiás e soma uma vitória e uma derrota em dois jogos.


OPINIÃO DO EDITOR: Em relação a frase do Zé Elias “se ele fosse bom o suficiente, ele estaria na Europa” eu discordo 100%, pois vemos bons jogadores bons, que não necessariamente ficam na Europa. Dani Alves é um caso destes.

Que o Juanfran está devendo, isso sim, como quase todos os jogadores.

Fonte: ESPN
Foto: Divulgação

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara