in ,

Volpi não acredita em pressão do rival durante os 90 minutos

Tiago Volpi projetou o duelo na arena do rival, no próximo domingo, às 16h, pelo segundo jogo da final do Campeonato Paulista

Nesta quarta-feira, o goleiro Tiago Volpi falou sobre a final do Paulistão, no próximo domingo contra o Corinthians, às 16h, na arena do rival, pelo segundo jogo da final do Campeonato Paulista.

“Geralmente o time, quando joga em casa, tem uma postura diferente, então a gente espera, talvez nos primeiros minutos, um Corinthians mais agressivo, mas também durante o jogo não mudando muito do que foi o jogo no Morumbi. Até porque o resultado está igual, o jogo está aberto, então não acredito que vai ser toda essa pressão durante os 90 minutos”, disse. 

E completou: “Fora de casa a gente sempre espera que o adversário agrida um pouco mais, mas a gente também não vai abrir mão do nosso estilo de jogo, que procura ser um estilo dinâmico, um estilo de bastante chegada, como a gente teve no Morumbi. Então, por mais que o Corinthians esteja jogando na sua casa, a gente não pode abdicar do nosso jogo ofensivo”. 

O goleiro disse estar preparado para uma eventual cobranças de pênaltis, mas que prefere que o jogo seja definido nos 90 minutos. 

“A gente está preparado. Se acontecer empate nos 90 minutos, a gente está preparado para uma decisão de pênaltis. Isso vai ser trabalhado durante a semana, mas a gente espera que possa conseguir resolver o jogo no tempo normal”, finalizou. 

Foto: Marcelo Hazan

O que achou?

Escrito por Natália Milreu