in ,

Vizolli admite ajuda de Muricy para escalar São Paulo no 3-5-2

Vizolli admite ajuda de Muricy para escalar São Paulo no 3-5-2 - Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Técnico interino revela que quis mudar o esquema de jogo depois da derrota contra o Botafog, e contou com uma grande ajuda do Muricy Ramalho

Marcos Vizolli, técnico interino que fez a última partida sob o comando da equipe antes de Crespo assumir o Tricolor, escalou o time no 3-5-2 na vitória por 2 a 1 sobre  Flamengo no Morumbi.

Em entrevista coletiva, o treinador revelou que a escolha teve influência do coordenador Muricy Ramalho. Quando Muricy comandava o São Paulo, conquistamos o tricampeão brasileiro de 2006 a 2008, e o esquema 3-5-2 ficou marcado em sua carreira.

“Na realidade, quando perdemos para o Botafogo, eu tinha em mente mudar o sistema, mas corria o risco por ser um esquema novo, jogando contra o Flamengo, com situação importante de jogo. Conversei com as pessoas que trabalham comigo e coloquei na mente que a gente teria uma profundidade maior, uma defesa sólida. O Muricy teve participação grandiosa, porque o debate final foi com ele. Ele conhece muito o sistema, foi tricampeão com isso. A gente tentou liberar mais os jogadores de velocidade e fortalecer a defesa contra o Flamengo”, disse.

LEIA MAIS
Crônica – São Paulo 2 x 1 Flamengo

O treinador interino também comentou sobre a saída de Juanfran. O lateral não terá seu contrato com o Tricolor e não foi para o jogo contra o  Flamengo.

“Outro profissional respeitoso (Juanfran). Acabamos o treino na quarta, e ele veio me procurar. Eu ia deixá-lo na suplência. Ele me procurou com educação e falou que não queria ficar no banco de reservas no último jogo e não queria vir. Justo? Justo. Um profissional de caráter. O Igor (Vinicius) me deu mais profundidade, mais velocidade”, comentou.

Agora Hernán Crespo agora assume o comando da equipe e já deve estrear contra o Botafogo-SP, no domingo, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista.

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net
Fonte: Globoesporte.com

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara