in ,

Vitor Bueno explica chance perdida na Libertadores

Vitor Bueno. (Foto: Nelson Almeirda / AFP)

Vitor Bueno poderia ter sido o herói, mas se tornou o vilão do São Paulo no empate desta terça-feira (13), com o Racing, por 1 a 1, no Morumbi

O meia-atacante entrou ainda no primeiro tempo na vaga de Eder (machucado), perdeu uma chance incrível para ampliar depois de ter aberto o placar. Apesar de reconhecer o erro no lance, preferiu dar méritos ao goleiro Arias, que salvou os visitantes em um momento decisivo.

“Claro que poderíamos ter saído com uma vantagem maior no primeiro tempo, teve meu erro ali, mas muito mérito do goleiro também, que voltou rápido e conseguiu defender. Tivemos outra oportunidade com o Nestor. Em uma jogada individual deles, por desatenção nossa, acabamos indo para o intervalo com o empate”, disse.

Sem conseguir render o esperado e deixando escapar a grande chance de colocar o São Paulo em situação confortável no primeiro jogo da decisão contra o Racing, Vitor Bueno acabou sendo substituído no segundo tempo, apesar de ter sido acionado no decorrer da partida.

Com o empate em 1 a 1 no Morumbi, o Racing terá a vantagem de jogar pelo empate sem gols em Avellaneda. Um novo empate em 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis. Já uma igualdade de 2 a 2 ou mais gols garante a classificação ao São Paulo.

Foto: Nelson Almeirda / AFP

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara