Venezuela proíbe voo fretado e prejudica o tricolor

Com veto de governo venezuelano, o tricolor teve de alterar a programação de viagem para a partida de quarta-feira, contra o Trujillanos, pela Libertadores

O certo seria o tricolor ir na terça, após um treino no CT da Barra funda, mas com o veto, a delegação embarcou nesta segunda-feira pela manhã, numa maratona que terá escala no Panamá, depois em Maracaibo e na terça-feira, o clube seguirá para Valera.

A Venezuela passa por diversos problemas. Entre eles está a escassez de remédios, que provocou a declaração de crise humanitária. Funcionários do Trujillanos chegaram a pedir que os clubes visitantes levassem medicamentos. No ano passado, quando enfrentaram o Brasil pelas eliminatórias da Copa do Mundo, em Fortaleza, os venezuelanos também lotaram as malas de remédios.

O jogo é importantíssimo para o São Paulo, que precisa da vitória para manter chances de classificação às oitavas de final da Libertadores. Depois de duas rodadas, o time tem um ponto, contra quatro do River Plate e seis do The Strongest. O Trujillanos perdeu os dois jogos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *