in , ,

Veja quanto o São Paulo estima economizar com empréstimos e saídas de jogadores

Venda de Antony e saída de jogadores por empréstimos podem aliviar um pouco os cofres do Tricolor neste começo de temporada

O São Paulo avalia uma economia de cerca de R$ 18 milhões com os empréstimos e saídas de alguns jogadores do elenco neste início de temporada.

Uma das metas do Tricolor para este ano era reduzir a folha salarial, e para isso colocou alguns jogadores na lista de negociáveis, casos de Hudson e Jucilei. Ambos tinham alguns dos maiores salários do plantel.

Veja a situação dos outros jogadores que saíram do clube:

Everton Felipe – foi emprestado ao Cruzeiro por uma temporada, e o São Paulo ainda tem a prioridade na compra de dois jogadores da base do clube mineiro (Caio Rosa e Ageu);

Jonatan Gómez – o argentino acertou sua ida para o Sport. O São Paulo seguirá com 35% dos direitos do jogador e não pagará mais seus vencimentos;

Jean – o São Paulo não tinha a intenção de se desfazer do goleiro até as férias do time. No entanto, Jean foi acusado de agressão a sua esposa, e o Tricolor suspendeu seu contrato. Ele fechou com o Atlético-GO e terá salários pagos pelo clube goiano;

Raniel – envolvido na troca de Vitor Bueno com o Santos, o São Paulo deixou de pagar seus salários e não contratou ninguém como reposição para o lugar;

Araruna – o jogador foi cedido de graça ao Reading FC, da Inglaterra, e o São Paulo ainda permanece com 40% dos direitos econômicos.

Jucilei – rescindiu com o Tricolor, abriu mão de R$ 2 milhões aos quais tinha direito e aceitou receber os salários em quatro anos. O clube parcelou os vencimentos do jogador em 48 vezes. 

Hudson – junto com Jucilei, tinha um dos salários mais altos dos jogadores que não estavam mais na lista dos planos do Tricolor. O volante foi emprestado para o Fluminense, tem contrato com o São Paulo até 2021. 

Outros nomes ainda esperam definição e podem diminuir ainda mais a folha salarial do Tricolor. São eles:

Shaylon – treina com o grupo, mas não foi inscrito no Paulistão, e uma possível saída do jogador não é descartada

Calazans – treina separado do elenco e aguarda propostas de clubes para definir seu futuro;

Paulinho Bóia – o atacante chegou a ser negociado com o Cruz Azul, do México, mas reprovou nos exames médicos e agora treina de forma separada no São Paulo.

Foto:  Maurício Rummens / Estadão Conteúdo
Fonte: Globoesporte.com

O que achou?

Escrito por Natália Milreu