Veja como terminaria o Brasileirão sem o VAR

Com mudanças no G8 e com rival paulista seis pontos a mais, veja as mudanças na tabela

De acordo com um levantamento feito pelo jornalista Alexandre Siqueira, que cataloga a utilização do árbitro de vídeo desde a primeira rodada, o Flamengo seria líder do Brasileirão independente do VAR. 

Na vice-liderança também não haveria mudança. Porém, no G6 sim. Sem a tecnologia, o Corinthians teria 62 pontos. Ainda para fechar os times classificados à Libertadores, o Fortaleza estaria na oitava colocação.

Na luta contra o rebaixamento, o Bahia seria o time mais prejudicado. O Tricolor baiano terminou com 48. Sem a tecnologia teria 41.

Apesar de trazer mais justiça ao Brasileirão e elevar o número de acertos, o VAR tem sido bastante contestado. Não só na competição, mas também na Libertadores. Os dois jogos da semifinal geraram polêmicas. Para amenizar os problemas, a CBF liberou as imagens para a transmissão da TV. Assim, o telespectador pode assistir ao mesmo ângulo que o árbitro em campo.

Veja a tabela do Brasileirão sem VAR:

FOTO: Divulgação