in , , ,

Vai pra Córdoba? Veja algumas dicas para fazer uma viagem tranquila e vá bem informado

Estádio mario Kempes, em Córdoba, na Argentina

Córdoba é logo ali! Mas que tal chegar lá bem informado para não passar nenhum perrengue? Confira nosso guia especial

Lar de mais de 320 mil habitantes, Córdoba, ou Córdova, abriga edifícios com séculos de história, como o Palácio Ferreyra e a Manzana Jesuítica, galerias e ateliês de arte, além de bons bares, restaurantes e baladas. A cidade está situada a 820 km da divisa com o Brasil e a 700 km da capital, Buenos Aires.

Ah, antes de mais nada, GARANTA SEU INGRESSO AQUI!

Entrada e saída do país

– Qual documento preciso levar?
R: RG ou Passaporte (este não é obrigatório)

– Precisa de algum documento especial para entrar na Argentina?
R: Declaração Jurada para entrar na Argentina. Pode ser que não peçam na hora, mas é bom ter em mãos, para evitar qualquer transtorno

– Precisa de visto para entrar na Argentina?
R: Para a entrada de brasileiros na Argentina não há a necessidade de visto, sendo que o período máximo de permanência é de até 90 dias, prorrogável pelo mesmo período por meio de solicitação. 

Vale lembrar que é sempre bom ter em mãos uma cópia impressa da sua passagem de ida e volta, além dos detalhes da viagem: datas de ida e volta, horários, empresa de transporte, etc.

Telefonia

– Onde comprar chip?
R: Qualquer “Kiosco” vende, além disso, há muitas lojas especializadas em celular que vendem também.

– Qual a melhor operadora?
R: Movistar ou Personal, são as que têm os melhores sinais.

– Trocando de chip, posso seguir usando meu whatsapp?
R: Sim, você vai trocar o chip, mas os dados do aplicativo seguem no celular. Se seu aparelho suporta dois chips, nem precisa tirar o seu. O novo será mais para você usar os dados móveis.

Saúde

– É necessário ter a carteira de vacinação?
R: Sim, ainda é obrigatório ter a vacinação da Covid com pelo menos duas doses. A apresentação pode ser virtual. Não é preciso levar o papel.

– Precisa de seguro saúde?
R: Não é mais obrigatório, mas eu recomendo ter em mãos. Melhor gastar um pouco a mais, do que ter dor de cabeça em sua chegada do país e ter que desembolsar muito mais na hora. Aqui tem algumas opções, mas você pode fazer sua pesquisa.

E a grana?

– Como trocar dinheiro?
R: No câmbio oficial, 1 real vale o equivalente a 28 pesos, devido as taxas e impostos. Você pode verificar neste link, a variação do câmbio.

Uma outra opção, é trocar através da Western Union. Para isso, é necessário ter uma conta na empresa. O câmbio lá é muito melhor, girando em torno de 55 pesos para cada 1 real, na data de hoje (12/09/2022).

– Posso usar meu cartão de crédito ou débito na Argentina?
R: Sim, se seu cartão for internacional, não há problemas, porém, você precisa tomar cuidado com as taxas e mais: veja sempre se a bandeira do seu cartão é aceito no estabelecimento. Eu sugiro que você tenha dinheiro em espécie, pois lá, muitos lugares dão desconto para o pagamento à vista.

Dicas para usar o cartão na Argentina:

  1. Informe ao seu banco que você está viajando. Dê a eles a data de sua partida e seu retorno para que eles não bloqueiem seu cartão de débito por possível fraude, o que pode ser um aborrecimento.
  2. Confirme as taxas de transação internacional que você pagará. Entre em contato com seu banco para saber quais as taxas que serão cobradas pelo uso do seu cartão. Lembrando que será cobrado a taxa de IOF por cada transação. Hoje esta taxa gira em torno de 7% do valor.

Vale lembrar que você pode fazer saques. Se for do cartão de crédito, o valor será da cotação do dia de fechamento da fatura, e não do dia da compra. Se for do débito, claro que será descontado de sua conta com a cotação do dia. Ambos cobram R$ 6 de taxa por saque!

E o cartão pré-pago internacional, é uma boa opção?
R: Neste cartão, você coloca dinheiro aqui no Brasil (com a cotação do dia) e usa lá, porém, mesmo neste caso, você pagará a taxa de IOF. Pense se vale a pena.

Transporte

Na Argentina, eles têm um bilhete semelhante ao Bilhete Único usado em São Paulo, ele se chama SUBE e é aceito em ônibus, metrô e trem. VALE LEMBRAR QUE OS ÔNIBUS NÃO ACEITAM DINHEIRO EM ESPÉCIE.

– Onde comprar e carregar esse bilhete SUBE?
R: Em Córdoba, você poderá comprar o cartão SUBE no 1º piso do Aeroporto, no Terminal de ônibus ou em qualquer ponto de venda da cidade de Córdoba. Lembre que os cartões Red Bus não são intransferíveis, ou seja, você pode usar o cartão de algum familiar o amigo sem problemas.

O cartão SUBE custa em torno de 200 pesos e as passagens custam entre 55 e 90 pesos por viagem.

> Mais informações sobre como a mobilidade urbanda em Córdoba.

– E como é pegar Taxi e Uber?
R: Uber tem normalmente lá e uma viagem do centro de Córdoba até o Estádio Mario Kempes custa em torno de 800 pesos, em táxi, pode variar entre 900 e 1000 pesos. Não há uma diferença gritante em relação ao câmbio.

Hospedagem, bares e baladas

Onde se hospedar em Córdoba?
R: O melhor local da cidade é no centro, principalmente entre a Praça San Martin (que é um lugar mais agitado) e o canal La Cañada (onde já é mais tranquilo e barato). Esse é o coração de Córdoba e onde estão os principais pontos turísticos.

Onde Ficar em Córdoba: Centro da Cidade

E o que tem para fazer na cidade?
R: Fui apenas uma vez à Cordoba e foi bem legal. Mas para explicar melhor, resolvi pesquisar um site de viagens, onde eles falam sobre todos os pontos turísticos da cidade e o que tem de melhor para fazer. Acesse e programa-se. Aqui vamos deixar um outro link com outras informações para você saber onde ir na cidade.

E onde estão os melhores lugares para sair em Córdoba?
R: O Paseo de las Artes reúne food trucks, artistas de rua, artesãos e barraquinhas de comida nas noites de fim de semana. As regiões de Nueva Córdoba e Güemes são grandes polos boêmios, com restaurantes da moda, bares descolados e outros atrativos. Já nos bairros Abasto e Chateau Carreras estão concentrados os melhores pubs e casas de show da cidade, enquanto o Cerro de las Rosas é uma boa opção para quem busca uma noite requintada.

Veja um mapa da cidade:

Demais dúvidas:

– Bebidas alcoólicas na rua pode?
R: Não, mas pode ser que você veja algum bebendo, mas se eu fosse você, não tentaria a sorte.

Na Argentina existe lei seca. Ou seja, depois das 23h55 é proibida a venda de bebidas alcoólicas em supermercados, “kioscos”, lojas… O consumo é permitido apenas dentro de bares, restaurantes e danceterias.

Sites informativos:

Governo Nacional da Argentina

Departamento de Migrações

Consulado Argentino em São Paulo

Consulado Brasileiro em Córdoba

Consulado Brasileiro em Buenos Aires

Conmebol muda palco da final da Sul-Americana e tira decisão de Brasília -  Superesportes

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara