in ,

Uma atitude digna de M1to!

Ídolo são-paulino e agora atual comandante do Fortaleza, Rogério Ceni aceitou atraso salarial este mês para o clube conseguir pagar os demais funcionários

Em meio à crise financeira por causa da pandemia do novo coronavírus, o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, pediu a Rogério Ceni que aceitasse o atraso de um mês de remuneração para que pudesse manter a folha salarial dos demais funcionários em dia.

O treinador concordou prontamente com a oferta feita pelo mandatário. Os seus auxiliares também toparam as condições apresentadas pela cúpula.

Procurado para falar sobre o tema, o dirigente negou: “Não, nenhum atraso, tudo negociado, tudo conversado. É uma questão de foro íntimo do clube, está todo mundo trabalhando normal”.

Foto: Divulgação
Fonte: UOL Esporte

O que achou?

Escrito por Natália Milreu