in ,

Um pouco tarde não dona Edna?

Edna Alves. (Foto: Divulgação)

Árbitra assumiu erro grotesto em partida do Sao Paulo contra o Novorizontino no Paulistão e disse que precisou de terapia

Edna Alves, foi a responsável pela única derrota do São Paulo na campanha do título paulista. Se não tivesse errado tanto, nós seríamos campeões invictos, porém, a atuação desastrosa dela, fez com que o time de Hernán Crespo sofresse a primeira derrota no ano.

Após seis meses, ela falou sobre a partida, que segundo Edna, deu depressão.

“Eu não vi (lance do pênalti em Luciano). Falei para o VAR que estava em dúvida porque não tinha conseguido enxergar. Ele me disse que não havia sido pênalti, e eu segui”, relembra.

Ao chegar no vestiário ao fim da partida, ela reviu o lance por meio de um vídeo no celular.

“Ali, desabei. Falei para meus colegas: ‘Eu errei, foi pênalti’. Eles tentaram me consolar dizendo que o VAR havia me dito que não. Mas eu estava vendo no vídeo, foi pênalti, sim. E eu não dei”.

A árbitra revelou que ficou deprimida pelo erro e que se desculpou com jogadores do São Paulo.

“Esse lance me machucou. Fiquei deprimida, em uma fossa absurda por meses. Precisei de terapia para me recompor daquele dia, e essa é a primeira vez que falo sobre isso abertamente. Foi um erro inadmissível, eu me posicionei mal e não consegui ver. Não gosto de errar, ainda mais desse jeito”, lamenta. “Assim que encontrei os jogadores do São Paulo, depois do jogo, pedi desculpa. Mas foi bastante difícil lidar com isso”.

A prórpia Federação Paulista de Futebol (FPF) havia admitido o erro na época. Você pode relembrar a nota oficial da entidade aqui.

Foto: Divulgação

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara