Tricolor perde nos pênaltis e dá adeus ao sonho do tetra

Souza, Luis Fabiano e Lucão perdem suas cobranças e mesmo Ceni defendendo duas, o SPFC se despede da Libertadores 2015

Com muita emoção e suspense, o Cruzeiro está garantido nas quartas de final da Libertadores. Na noite desta quarta-feira, no Mineirão, garantiu a vaga ao vencer o São Paulo nos pênaltis por 4 a 3, após ter ganhado no tempo normal pelo placar mínimo. Agora, os cruzeirense, que espera pelos rivais argentinos Boca Juniors e River Plate, que se enfrentam nesta quinta-feira, em Buenos Aires.

+ AIDAR ADMITE QUE IRÁ BUSCAR REFORÇOS

Com a obrigação de vencer, o Cruzeiro começou o jogo no ataque, pressionando a saída de bola e empurrando o São Paulo para a defesa. Os volantes Willians e Henrique tomaram conta do meio de campo, dando liberdade para Arrascaeta, Marquinhos e Willian se aproximarem de Leandro Damião. O domínio cruzeirense, contudo, não foi traduzido em chances claras de gol.

Depois da metade do primeiro tempo, o São Paulo equilibrou o jogo e passou a rondar o gol de Fábio, com mais frequência. No entanto, também não incomodou o goleiro adversário, e 0 a 0 foi o placar do primeiro tempo.

O Cruzeiro voltou com tudo para a etapa final. O time mineiro já tinha perdido pelo menos duas chances, quando abriu o placar, aos nove minutos. Willians e Mayke trabalharam bem a jogada pela direita. A bola sobrou para o artilheiro Leandro Damião, que não perdoou e fez 1 a 0 para o Cruzeiro. Precisando de mais um gol para se classificar, o Cruzeiro intensificou o ritmo de jogo. A entrada de Gabriel Xavier no lugar de Willian deu mais opções para o time, principalmente pela direita. No São Paulo, Luís Fabiano entrou. O objetivo de Milton Cruz era aproveitar os espaços cedidos pelo Cruzeiro, que estava todo no ataque. O placar, entretanto, não foi mais alterado e a decisão foi para os pênaltis.

Fábio defendeu duas cobranças, de Luís Fabiano e Lucão – esta última nas cobranças alternadas – e o Cruzeiro venceu por 4 a 3. Pela Raposa, converteram Marquinhos, Henrique, Arrascaeta e Gabriel Xavier. Os gols do São Paulo foram feitos por Rogério Ceni, Ganso e Centurión. A torcida do Cruzeiro, que fez sua parte e cantou o jogo todo, deixou o Mineirão em estado de êxtase, celebrando Fábio e a heroica classificação para as quartas de finais da Libertadores. Agora, é esperar a definição do adversário.

https://www.youtube.com/watch?v=tqGzlZt1QU4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *