in ,

Tricolor cria muito e marca pouco

Equipe de Diniz cria chances claras de gols, e já tem 116 chutes em seis jogos disputados no Paulistão, porém, para reverter em gols, o time precisa finalizar quase 20 vezes

Tricolor enfrenta uma péssima fase no ataque, e começa a preocupar os torcedores, pois o time cria muitas chances de gol, mas precisa dar quase 20 chutes para conseguir balançar a rede. 

Até aqui, no Campeonato Paulista, os são-paulinos arriscaram 116 chutes em seis jogos disputados na competição e marcaram apenas seis gols, ou seja, para anotar um tento, precisam finalizar, em média, 19,3 vezes. Se formos contar apenas aquelas finalizações no alvo, são 45 e são necessárias, também em média, 7,5 delas para poder comemorar um gol. 

Essa marca é bastante significativa, já que comparando com as dos outros clubes do Paulistão fica entre as piores. Neste momento, o São Paulo só tem um índice melhor do que o registrado pelo Água Santa, que precisa de 23,7 chutes para balançar a rede (três gols em 71 finalizações). Contando apenas as finalizações certas, a média é de 9,7 (três gols em 29 chutes certos). 

O time mais eficiente do campeonato nesse aspecto é o Santo André, que também é o dono da melhor campanha. São 42 finalizações e dez gols marcados, ou seja, média de um gol a cada 4,2 chutes. Pegando apenas as finalizações certas são 15, índice de um tento a cada 1,5 chute no alvo. Em outras palavras, quase todos os chutes no gol balançam a rede. 

O time mais eficiente do campeonato nesse aspecto é o Santo André, que também é o dono da melhor campanha. São 42 finalizações e dez gols marcados, ou seja, média de um gol a cada 4,2 chutes. Pegando apenas as finalizações certas são 15, índice de um tento a cada 1,5 chute no alvo. Em outras palavras, quase todos os chutes no gol balançam a rede.

Comparando os dados do Tricolor com os principais clubes do país, a situação é pior, já que o clube tem a pior média quando se trata de números nos estaduais. Nesse levantamento não entram as estatísticas do Flamengo, já que o Footstats, fonte para esse texto, não contabilizou os índices do time carioca, que não teve seus jogos transmitidos pela televisão na competição. 

Com média parecida com a do Tricolor está o Vasco, que precisa de 19,25 finalizações para fazer um gol e 6,5 finalizações certas para balançar a rede. Já o melhor nesse universo de 11 clubes é o Fluminense, que necessita de 4,5 chutes para poder comemorar um tento, e 1,9 chute no alvo para anotar um tento. As outras equipes da comparação são: Atlético-MG, Botafogo, Corinthians, Cruzeiro, Grêmio, Internacional, Palmeiras e Santos.

Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net
Fonte: UOL Esporte

O que achou?

Escrito por Natália Milreu