Shamell: “Ensinou muita coisa, meu coração dói”

O ala armador do São Paulo, utilizou uma camiseta em homenagem à Kobe durante a partida contra Franca na última segunda-feira, no Morumbi

Em uma partida cheia de homenagens para o astro do basquete, Kobe Bryant, falecido no último domingo, o São Paulo foi derrotado pelo Franca por 86 a 79.

O ala norte-americano Shamell, fã assumido de Bryant, o craque do São Paulo não mediu palavras sobre o ídolo. 

“Fiquei triste cara, todo mundo que me conhece sabe como eu amava Kobe Bryant, ele é o Michael Jordan do meu tempo. Vivo assistindo ele e assim comecei a pegar um pouco da mentalidade que ele tem, esse foco, esse dia a dia de trabalho. O que eu acho que ele passa pra todo mundo: estude, você tem que ser estudante do jogo”, comentou.

Shamell também refletiu sobre a morte precoce de Bryant, e como devemos dar mais valor aos momentos em vida.

As coisas são muito difíceis. Não é fácil. Cada vez que vejo um vídeo dele começo a chorar um pouco. Pareço criança, né? Um nenê. Mas pra mim a ficha ainda não caiu de que ele não tá aqui com a gente. A filha dele também, porque eu tenho filho também. É difícil. Vai demorar pra eu entender, a gente sabe que um dia esse dia vai chegar pra todos nós. Eu tenho 39, ele morreu com 41, meu coração dói um pouco. Tem que aproveitar mais a vida”, finalizou.

Fonte: torcedores.com
Foto: Divulgação