São Paulo vai precisar vender jogador no meio do ano

Saiba quem são os jogadores que despertam o interesse do futebol europeu e podem sair no meio do ano, já que o clube tem a necessidade de vender para equilibrar o caixa

O São Paulo deve negociar ao menos um jogador no meio do ano para ajudar no caixa do clube, que está com um déficit grande. O fato que foi revelado pelo gerente de futebol do clube, Alexandre Pássaro, em entrevista à ESPN Brasil.

“Acho que (a venda do) Antony representa um caminho até o meio do ano, quando nós vamos precisar fazer algum movimento, com certeza com jogadores. Talvez esse jogador saia no meio do ano ou talvez a gente vá conseguir segurar por mais tempo, mas o time não vai ser desmontado no meio do ano, como a gente viu antes”, falou. 

Veja quem são os jogadores que despertam algum interesse de clubes europeus: 

Igor Gomes

No momento, o meia de 21 anos é o maior candidato a receber propostas no meio da temporada. No início da semana, o Marca, da Espanha, citou Sevilla, Barcelona e Ajax como clubes que o observam atentamente. Neste sábado, o As o chamou de “novo Kaká” e o colocou na mira do Real Madrid. Com contrato até março de 2023, tem multa rescisória de 50 milhões de euros (padrão entre os principais garotos de Cotia). Se for vendido, o clube tentará entregar só em 2021.

Liziero

Volante de 22 anos é sempre visado no exterior, ainda mais por ter passaporte europeu. Já foi observado pelo Barcelona e é agenciado por André Cury, empresário com ótimo trânsito no clube catalão. Tem contrato até abril de 2023.

Walce 

Zagueiro de 21 anos dificilmente teria ficado no São Paulo se não lesionasse gravemente o joelho esquerdo em janeiro. Ele tinha propostas do Red Bull Bragantino e do Arsenal, da Inglaterra. Pelo menos com o Red Bull, as conversas giravam em torno de 7 milhões de euros (R$ 27 milhões na época). Tem contrato até dezembro de 2022.

Gustavo Maia

Atacante de 19 anos ainda não estreou no profissional, mas já rendeu dinheiro e deve render ainda mais até o meio do ano. O São Paulo negociou a prioridade de compra do jovem com o Barcelona por R$ 5 milhões. Se o clube catalão quiser levá-lo, precisa pagar mais R$ 20 milhões até 30 de junho. O Tricolor tem feito negociações desse tipo para lucrar sem mexer no elenco principal.

Arboleda

Zagueiro equatoriano já foi considerado um dos atletas com mais possibilidade de venda do elenco, mas essa possibilidade esfriou após a Copa América de 2019. Ele não recebeu ofertas consideradas vantajosas. Em setembro, o Kansas City, dos Estados Unidos, tentou levá-lo e ouviu um “não” do São Paulo. Arsenal, Porto e Espanyol são clubes que já o observaram, mas não evoluíram para tentar contratá-lo. O contrato vai até junho de 2022.

Foto: Marcos Paulo
Fonte: LANCE!