in , , ,

São Paulo vai pagar 500 mil e adquirir 50% do passe do meia Shaylon

Destaque do time multi-campeão sub 20, “veterano” de Cotia é uma das apostas do clube para 2017

Depois de fechar a contratação do lateral-esquerdo Junior Tavares junto ao Grêmio, o Tricolor Paulista definirá nos próximos dias a compra de mais um destaque da equipe sub-20 na temporada: o meia Shaylon, de 19 anos, que pertence à Chapecoense.

O jogador está emprestado até o dia 31/01/2017 e entre os clubes está tudo alinhado. A jovem promessa, é vista como um clássico camisa 10 e se espera muito de seu futebol. Segundo o técnico André Jardine, o jogador terá muito sucesso em sua passagem pelo Morumbi:

“O Shaylon é um meia clássico, camisa 10, que tem capacidade de organizar as jogadas da equipe e também participar dos lances finais, já que tem muita facilidade de entrar na área para finalizar. Joga muito próximo aos atacantes. Faz muitos gols e também sabe jogar como falso nove. É um dos principais jogadores da nossa equipe e tem tudo para ser um dos principais nomes da Copinha. É um atleta já com muita bagagem” – elogiou o comandante.

LEIA TAMBÉM:
+ JEAN CARLOS DEIXARÁ O SÃO PAULO
+ CARLINHOS NÃO IRÁ PARTICIPAR DA FLORIDA CUP

Um dos veteranos da atual equipe Sub 20, o meia terá a missão de conduzir a equipe em busca de mais uma conquista da Copinha que inicia-se no próximo mês de Janeiro. O Tricolor estreia na Copinha no dia 03 de janeiro, às 21h, quando enfrenta o Genus (RO). Os jogos da primeira fase acontecem na Arena Capivari, em Capivari, interior paulista.

A classe e ousadia dentro de campo se contrasta com a timidez perante as câmeras:

“A expectativa é a melhor possível para a Copinha, nosso time vem treinando firme. Mas não sou eu que vou decidir, jogar sozinho, é todo mundo. Tem de trabalhar, se unir, para dar tudo certo”- afirmou o garoto.

O jogador sabe que o eterno ídolo e capitão Rogério Ceni, estará atento as categorias de base e pretende fazer bonito na Copinha antes de pensar em uma promoção para a equipe principal.

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara