in ,

São Paulo triplica dívida com intermediação na compra de atletas

Negociações com Pato, Daniel Alves, Tchê Tchê, Hernanes e Volpi impactam no aumento do débito

A dívida do São Paulo com intermediação na aquisição de direitos econômicos de atletas triplicou em um ano. De acordo com o balanço financeiro divulgado pelo clube, o débito, até 31 de dezembro de 2019, era de R$ 33,1 milhões para empresas de agenciamento de jogadores. No fim de 2018, eram R$ 10,6 milhões.

As compras de Tiago Volpi, Hernanes, Daniel Alves, Tchê Tchê e Alexandre Pato tiveram impacto na conta. Cinco empresas do ramo esportivo foram responsáveis pelas transações e agora esperam receber os valores do São Paulo. São elas:

  • Flash Forward (representada por Fransérgio Ferreira) – Daniel Alves
  • Brazil Soccer Sports (representada por Eduardo Uram) – Tiago Volpi
  • Kirin Sports (representada por Joseph Lee) – Hernanes
  • Link Assessoria Esportiva (representada por André Cury) – Alexandre Pato
  • Unick Football (representada por Nick Arcuri) – Tchê Tchê

A soma das cinco dívidas é de R$ 24,9 milhões, o que representa 75% do valor total. A intermediação de atletas de futebol é uma prática autorizada pela CBF e pela Fifa, desde que o agente esteja cadastrado e regularizado.

Veja abaixo a lista completa das pendências financeiras por intermediação de atletas que o São Paulo mantinha até 31 de dezembro do ano passado:

Empresa Empresário responsável Valor da dívida
Flash Forward Fransérgio Ferreira R$ 6,5 milhões
Brazil Soccer Sports Eduardo Uram R$ 5,6 milhões
Kirin Sports Joseph Lee R$ 5,5 milhões
Link Assessoria Esportiva Andre Cury R$ 4,04 milhões
Unick Football Nick Arcuri R$ 3,3 milhões
B&C Consultoria e Assessoria Carlos Leite R$ 1,067 milhão
Talents Sports Paulo Pitombeira R$ 905 mil
GR2 Gestão e Marketing Gustavo Sabino e Rafael Felix R$ 858 mil
Teo Sports Constantin Teodoro R$ 800 mil
Autoria Sports Marineu Barros R$ 534 mil
Carolina de Biasi Leonel Agenciamento Carolina de Biasi R$ 408 mil
AP Gestão de Marketing esportivo Alex Pinho R$ 348 mil
Escansette Sports Bernardo Escansette R$ 338 mil
Prime Soccer Bernardo Fernandes R$ 296 mil
Fábio Melo Sports Fábio Melo R$ 236 mil
GO Assessoria empresarial Gerson Oldenburg R$ 218 mil

O clube investiu R$ 149 milhões na contratação de jogadores. Os nomes citados no documento são: Tiago Volpi, Tchê Tchê, Pablo, Hernanes, Daniel Alves, Igor Vinicius, Everton Felipe, Léo e Vitor Bueno.

Fonte: Globo Esporte

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara