in ,

São Paulo tem sete desfalques garantidos para a estreia da Libertadores

Provável escalação do São Paulo contra o Bahia - Foto: saopaulofc.net

Para a estreia do Tricolor na Libertadores, a equipe não poderá contar com sete desfalques, entre eles, o técnico Fernando Diniz

O São Paulo estreia na Copa Libertadores da América na próxima quinta-feira, dia 5 de março, e já sabe que terá pelo menos sete desfalques para o confronto com o Binacional, no Peru. 

Quatro desses desfalques já estão fora de combate há mais tempo. Alguns nem sequer conseguiram estrear nesta temporada, como o zagueiro Walce, o meia Gabriel Sara e o atacante Joao Rojas. Os três estão em processo de recuperação de cirurgias e devem demorar para retornar ao elenco.

Sara pode voltar a treinar no fim de março, Rojas em abril e Walce só no segundo semestre. Já o atacante Helinho, que começou o ano como titular e sofreu lesão no tornozelo esquerdo, também está no departamento médico e é esperado para reintegrar o grupo entre o fim de março e o começo de abril. A expectativa — e a lesão — é semelhante para o lateral-esquerdo Léo

Os demais desfalques do São Paulo para a estreia na Libertadores estão suspensos: os atacantes Everton e Brenner. O primeiro foi expulso já nos minutos finais da vexatória eliminação para o Talleres, ainda na fase preliminar do torneio continental do ano passado. Brenner ainda cumpre suspensão por cartão vermelho recebido no jogo de ida da eliminação para o Colón na Copa Sul-Americana de 2018. 

Outro que tem punição pendente com a Conmebol é o próprio Fernando Diniz. O técnico foi expulso em jogo da Sul-Americana do ano passado, ainda pelo Fluminense, mas foi demitido antes de cumprir a pena. Assim, não poderá nem ficar no vestiário em Juliaca, no Peru. O auxiliar Márcio Araújo deve ficar no comando do time. 

Foto: saopaulo fc
Fonte: UOL Esporte

O que achou?

Escrito por Natália Milreu