in ,

São Paulo pede, e CBF muda árbitro do VAR no jogo contra o Grêmio

São Paulo entra com pedido de anulação da partida contra o Atlético-MG- saopaulofc.net

Raí e Pássaro estiveram na CBF nesta quinta-feira, para debater alguns assuntos com a entidade, entre eles, e o principal, a arbitragem

O tópico da conversa com Leonardo Gaciba, chefe da Comissão de Arbitragem da CBF foram os três jogos em que o Tricolor se sentiu prejudicado pela arbitragem e o VAR. 

São eles:

  • Agressão de Jô no zagueiro Diego Costa, no Majestoso que aconteceu pela sexta rodada;
  • Lance de impedimento em gol anulado de Luciano contra o Atlético-MG,;
  • Tempo de acréscimo no jogo contra o Fortaleza e pênalti no último minuto de jogo, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Para o jogo contra o Grêmio neste sábado, a arbitragem seria de Rafael Traci (árbitro de vídeo no caso Luciano) e no comando do VAR ficaria com Rodolpho Toski Marques (árbitro de campo no jogo contra o Fortaleza).

O São Paulo então solicitou que fosse trocado pelo menos o árbitro de vídeo, já que o jogo em que Rodolpho Toski Marques errou é bem recente (quarta-feira). 

A CBF acatou o pedido, e já consta na escala de arbitragem para sábado, o árbitro Elmo Alves Resende Cunha. 

Rafael Traci, por sua vez, não será substituído, visto que o incidente contra o Atlético-MG ocorreu há mais de um mês e o árbitro recebeu as punições devidas pelo erro.

Pássaro comentou sobre os poucos acréscimos que o árbiro deu no jogo contra o Fortaleza, e disse que a CBF concorda com esse ponto.

“Acompanhamos que o jogo ficou parado por 10 minutos e 50 segundos (pelo VAR), mais dois minutos pela expulsão do Carlinhos, mais substituições. Foi um verdadeiro absurdo os acréscimos, porque a gente estava com dois jogadores a mais e pressionando. Ele nos sacou no mínimo 5 minutos. A Comissão de Arbitragem confessa que o arbitro se equivocou nos acréscimos “, afirmou. 

O que achou?

Escrito por Natália Milreu