in ,

São Paulo pede anulação do cartão de Calleri, mas não prazo para julgamento

O São Paulo enviou um apelo à Conmebol para a liberação do argentino, mas isso será praticamente impossível de acontecer

O São Paulo enviou a defesa de Calleri para a Conmebol nesta terça-feira e agora espera que o Tribunal Disciplinar julgue o caso – o atacante, expulso contra o The Strongest na quinta-feira passada, está automaticamente suspenso da próxima partida. O clube fez apelo nos bastidores para apressar a decisão do pedido de efeito suspensivo, mas não há garantias. Por isso, é pouco provável a liberação do argentino para o jogo desta quinta-feira, diante do Toluca, às 21h45, no Morumbi, na ida das oitavas de final da Libertadores.

Os argumentos da defesa do São Paulo são de que a expulsão de Calleri foi injusta. Nas imagens da televisão e em fotos é possível ver o argentino sendo agredido. O motivo do cartão vermelho é por xingamentos a jogadores do The Strongest, segundo relatado pelo árbitro chileno Roberto Tobar no informe da partida. O Tricolor contesta essa versão, e o próprio atacante nega as ofensas.

Mesmo assim, o histórico de cancelamento de expulsões é raro. Os poucos casos estudados pelo clube ocorreram em erros de árbitros que se confundiram ao aplicar o segundo amarelo para um atleta fora do lance.

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara