in , ,

São Paulo ganhou milhões em 2019 com atletas que nunca atuaram no profissional

Mais de R$ 33 milhões foram gerados por zagueiros que nunca atuaram profissionalmente, Morato, Tuta e Miguel

Dos R$ 97,1 milhões líquidos que o São Paulo recebeu em 2019 com negociação de atletas, mais de R$ 33 milhões foram gerados por zagueiros que nunca atuaram profissionalmente: Morato, Tuta e Miguel.

Outros R$ 27,2 milhões vieram de atletas que haviam sido negociados em anos anteriores (Militão, Maicon, Neres e Thiago Mendes). Além disso, o clube registrou R$ 4,3 milhões recebidos por empréstimos de atletas “diversos” e R$ 432 mil de mecanismo de solidariedade por atletas “diversos”. 

Veja a seguir as negociações detalhadas dos jogadores que foram vendidos sem ao menos ter jogado no profissional:

Morato

Foto: SAOPAULOFC.NET

Benfica pagou R$ 26,7 milhões pelo zagueiro, que nunca atuou pelo profissional. São Paulo ficou com R$ 24,5 milhões e R$ 2,1 milhões foram para intermediários.

Tuta

Foto: SAOPAULOFC.NET

Eintracht Frankfurt desembolsou R$ 6,2 milhões pelo zagueiro campeão da Copinha, outro que não atuou profissionalmente no Tricolor. Foram R$ 327 mil repassados para intermediários e R$ 5,9 milhões nos cofres são-paulinos.

Miguel Alcântara

Foto SAOPAULOFC.NET

Outro zagueiro que nunca atuou pelo profissional, foi vendido ao Ascoli por R$ 1,8 milhão. O São Paulo ficou com metade: R$ 908 mil. A outra metade ficou com terceiros que tinham participação em direitos.

Foto: Reprodução/Twitter
Fonte: LANCE! 

O que achou?

Escrito por Natália Milreu