in ,

São Paulo e o caso sério de cargos para conselheiros no departamento de futebol

São Paulo e o caso sério de cargos para conselheiros no departamento de futebol - Foto: saopaulofc.net

A promessa de profissionalizar o Tricolor e só ter em cargos no clube gente com conhecimento na área parece ter ido por água abaixo nesse começo de gestão de Casares

Casares assumiu o Tricolor no começo deste ano falando que iria profissionalizar e modernizar o São Paulo, que em cargos importantes, como no departamento de futebol, só teria gente com conhecimento técnico sobre o assunto, porém, não é isso que podemos acompanhar neste início de gestão. 

O CT da Barra Funda, tem três conselheiros no dia a dia e na tomada de decisões. Em Cotia, onde estão as divisões de base, há mais dois.

LEIA MAIS
+ Conheça, Schelotto, o novo alvo do Tricolor
+ Raí se despede do São Paulo nas redes sociais
+ Veja quais treinadores estão sendo observados pelo São Paulo

Ainda no novo comitê criado por essa gestão, o CAF (Comitê Avançado de Futebol), um órgão sem poder de decisão e que está em fase final de formação, terá mais quatro conselheiros. 

Antes de ser eleito, Casares pregava a profissionalização da gestão. “Não existe a possibilidade de um diretor executivo de futebol não vir do mercado. Ele tem que estar no mercado, tem que ser reconhecido pelo mercado com muita experiência. Mais do que isso, a gestão nas áreas fundamentais: futebol, finanças, administração e estádio serão todas do mercado. Nós não podemos imaginar outra coisa a não ser isso”, afirmou Casares em setembro do ano passado. 

O clube contratou Rui Costa para ser o executivo do futebol. Ex-Grêmio e Atlético-MG, ele responde, entretanto, a uma estrutura hierárquica que tem, além do próprio presidente, outros três conselheiros.

Carlos Belmonte comanda o departamento como um diretor de futebol de fato e tem, como adjuntos, Nelson Marques e Fernando Bracalle, conhecido como Chapecó —o último está no departamento desde a gestão Leco.

Em Cotia, o profissional Marcos Biasotto divide a tomada de decisões com os conselheiros Davi Lisboa e Francisco Moretto. 

Foto: saopaulofc.net
Fonte: UOL Esporte

O que achou?

Escrito por Natália Milreu