in ,

São Paulo deve economizar quase R$5 mi com “saída amigável” de Crespo

Crespo e Casares no Morumbi. (Foto: Divulgação)

O São Paulo anunciou nesta quarta-feira, a saída de Hernán Crespo e sua comissão ténica; clube diz que rescisão foi em comum acordo

Antes do duelo contra o Ceará, pelo Brasileirão, o São Paulo comunicou a saída de Crespo. Com vínculo até o final de 2022, o treinador deixou o clube em comum acordo. Dessa forma, Juan Branda (auxiliar técnico), Alejandro Kohan e Gustavo Sato (preparadores físicos), Gustavo Nepote (preparador de goleiros) e Tobías Kohan (analista de desempenho), auxiliares do argentino, também foram desligados dos seus cargos.

Com o vínculo sendo rompido de forma amigável, o São Paulo economizou uma boa grana, isso porque no contrato do argetino com o Tricolor, previa o pagamento 750 mil dólares (R$ 4,1 milhões na cotação atual) em caso de rescisão por parte do clube ainda neste ano. Em 2022, o montante iria cair para 500 mil dólares (cerca de R$ 2,7 milhões).

Foto: Divulgação

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara