in ,

São Paulo contrata 14 jogadores em um ano com nova gestão, mas quase 30% já saíram

Mercado da bola no São Paulo.

Mudança no elenco é grande desde a entrada da atual gestão comandada por Julio Casares

Em 2021, nove, em 2022, cinco. No espaço de um ano, tempo da nova gestão, o São Paulo contratou 14 atletas para reformular o elenco. Desse grupo, quase 30% já deixou o Tricolor depois do fim da temporada passada, marcada pelo título do Paulistão e uma participação ruim no Brasileirão, com a luta contra o rebaixamento até as últimas rodadas.

Dos contratados no ano passado, Bruno Rodrigues, Martín Benítez, Orejuela e William deixaram o Morumbi. O lateral colombiano ainda pertence ao clube e foi emprestado para o Grêmio.

Ainda do mercado do ano passado, Miranda, Jonathan Calleri e Emiliano Rigoni são titulares, enquanto Gabriel busca espaço, e Eder tem futuro indefinido.

Nesta temporada, o São Paulo contratou Rafinha, Nikão e Patrick como investimentos para o time titular, além de Alisson e Jandrei, apostas de experiência para reforçar o grupo. O clube ainda negocia a contratação do defensor Lucas Ribeiro e fez uma última investida por Soteldo.

Ao mesmo tempo, o clube promove uma grande reformulação esportiva. Além de Benítez, Orejuela, Bruno Rodrigues e William, outros oito atletas de 2021 deixaram a Barra Funda: Liziero, Galeano, Rodrigo Freitas, Caíque, Bruno Alves, Lucas Perri, Rojas e Shaylon.

Desde o início da gestão, há um ano, a austeridade financeira é um dos pontos buscados pela presidência de Julio Casares, em virtude da dívida hoje próxima dos R$ 700 milhões.

Ao mesmo tempo, o clube luta para ser mais competitivo depois de um Campeonato Brasileiro ruim. O São Paulo só se salvou do rebaixamento com a vitória sobre o Juventude, na penúltima rodada da competição.

Por: José Edgar de Matos / ge
Foto: SPFC Notícias

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara