in ,

São Paulo chega a 10 jogos sem vitórias em mata-mata

Bruno Alves vira desfalque no São Paulo- Natacha Pisarenko / Getty Images

Após perder para o Lanús nesta quarta-feira, o São paulo ao décimo jogo sem vitória em disputas mata-mata

derrota para o Lanús fez com que o São Paulo chegasse ao 10º jogo consecutivo sem uma vitória tricolor em mata-mata.

O último triunfo foi no dia 27 de março de 2019, quando Liziero marcou o único gol são-paulino, na vitória contra o Ituano, no Estádio Novelli Júnior, em Itu, pelas quartas de final do Campeonato Paulista.

Na primeira partida, o time dirigido por Vagner Mancini já havia vencido por 2 a 1, gols de Igor Gomes.

LEIA TAMBÉM:

Desde então, o São Paulo empatou cinco vezes e perdeu outras cinco. É bom lembrar que, em duas ocasiões, o time conseguiu avançar de fase, ao vencer Palmeiras Fortaleza em cobranças de pênalti. Mas, mesmo nesses confrontos, não saiu vitorioso no tempo normal.

Veja as partidas de mata-mata do São Paulo desde a última vitória:

  • São Paulo 0 x 0 Palmeiras (semifinal do Paulistão-2019)
  • Palmeiras 0 (4) x (5) 0 São Paulo (semifinal do Paulistão-2019)
  • São Paulo 0 x 0 Corinthians (final do Paulistão-2019)
  • Corinthians 2 x 1 São Paulo (final do Paulistão-2019)
  • São Paulo 0 x 1 Bahia (oitavas da Copa do Brasil 2019)
  • Bahia 1 x 0 São Paulo (oitavas da Copa do Brasil 2019)
  • São Paulo 2 x 3 Mirassol (quartas de final do Paulistão-2020)
  • Fortaleza 3 x 3 São Paulo (oitavas da Copa do Brasil 2020)
  • São Paulo 2 (10) x (9) 2 Fortaleza (oitavas da Copa do Brasil 2020)

Agora, para se classificar na próxima quarta-feira (4), o São Paulo precisará obrigatoriamente quebrar esse tabu. Triunfos por 1 a 0, 2 a 1 ou por no mínimo dois gols de diferença são os resultados que garantem o Tricolor na próxima fase. Os demais favorecem o Lanús, com exceção de um 3 a 2 para o Tricolor, que levaria a decisão aos pênaltis.

Antes do Lanús, o São Paulo tem pela frente o Flamengo, no domingo (1), às 16h (de Brasília), no Maracanã.

Foto: Bruno Alves lamenta derrota do São Paulo para o Lanús, na Argentina Natacha Pisarenko / Getty Images

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara