in , ,

Saiba quem foram os camisas 9 do Brasil nas copas

Em 17 Copas do mundo em que se usavam as numerações na camisa, o Brasil teve 14 jogadores diferentes; 33 gols foram marcados por eles

A camisa 9 da seleção brasileira por muitas vezes foi sinônimo de gol, muito por conta de Ronaldo, que adotou a numeração por três Copas seguidas e foi por alguns anos o maior artilheiro do torneio.

Porém, uma análise mais detalhada mostra que a camisa 9 nem sempre foi tão goleadora assim, isso porque alguns atacante passaram em branco e nas oito primeiro copas, não chegaram a dez gols sequer. VALE LEMBRAR que alguns deles nem atacantes eram.

Vamos explicar o motivo. Em algumas edições de Copa, o Brasil adotou um sistema diferente de escolhas de números e distribui as camisas por ordem alfabética ou por sorteio, o que fez com que alguns atletas aleatórios ficassem com a camisa 9, foi o caso de Zózimo, por exemplo, que era zagueiro.

Um dado importante ara este levantamento, é que os números nas camisas começaram a partir da Copa do Mundo de 1954, para ajudar na identificação.

Veja abaixo todos os camisas 9 do Brasil em edições de Copa, quantos gols cada um marcou, o time que atuava e a posição:

1954 – Baltazar – 1 gol – Corinthians – Atacante
1958 – Zózimo – 0 gol – Bangu – Zagueiro
1962 – Coutinho – 0 gol – Santos – Atacante
1966 – Rildo – 1 gol – Botafogo – Lateral
1970 – Tostão – 2 gols – Cruzeiro – Meia
1974 – César Maluco – 0 gol – Palmeiras – Atacante
1978 – Reinaldo – 1 gol – Atlético-MG – Atacante
1982 – Serginho Chulapa – 2 gols – São Paulo – Atacante
1986 – Careca – 5 gols – São Paulo – Atacante
1990 – Careca – 2 gols – Napoli – Atacante
1994 – Zinho – 0 gol – Palmeiras – Meia
1998 – Ronaldo – 4 gols – Inter de Milão – Atacante
2002 – Ronaldo – 8 gols – Inter de Milão – Atacante
2006 – Ronaldo – 3 gols – Real Madrid – Atacante
2010 – Luis Fabiano – 3 gols – Sevilla – Atacante
2014 – Fred – 1 gol – Fluminense – Atacante
2018 – Gabriel Jesus – 0 gol – Manchester City – Atacante

Foto

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara