Saiba como o São Paulo pretende utilizar o dinheiro da venda de Antony

Dinheiro da venda do atacante para o Ajax, da Holanda, irá ajudar a quitar salários, direitos de imagem e algumas luvas de jogadores que têm isso no contrato

A venda de Antony para o Ajax irá ajudar o São Paulo a resolver uma parte do problema financeiro que se encontra no momento.

O atacante foi vendido em uma composição financeira que pode render até R$ 134 milhões ao Tricolor, divididos da seguinte forma:

16 milhões de euros (cerca de R$ 74 milhões) por Antony;

6 milhões de euros (cerca de R$ 28 milhões) em caso de metas cumpridas pelo jogador no novo clube;

7 milhões de euros (cerca de R$ 32 milhões) por 20% de revenda futura que o São Paulo tinha de David Neres.

O São Paulo ainda fica com 20% de mais valia, ou seja, uma porcentagem do que exceder 16 milhões de euros de uma possível venda futura de Antony pelo Ajax.

Destes valores, o São Paulo irá receber R$ 32 milhões à vista e R$ 74 milhões até o final do ano. Antony abriu mão de parte 10% dos direitos econômicos a que tinha direito. Os outros R$ 28 milhões dependem do desempenho do jogador no novo clube. Devem ficar para 2021.

Os R$ 32 milhões, por sua vez, serão utilizados inicialmente para quitar direitos de imagem e algumas luvas de jogadores que têm isso no contrato, como, por exemplo, Daniel Alves. Os salários também serão pagos com esse valor.

A fatia inicial também será importante para o São Paulo ter fluxo de caixa. Um dos grandes problemas do clube no ano passado foi exatamente a falta desses recurso devido às eliminações precoces na Libertadores e na Copa do Brasil.

Já os R$ 74 milhões, que serão pagos até o final do ano, devem ser utilizados para diminuir a dívida bancária do clube. Na previsão orçamentária aprovada no ano passado, um dos principais focos para os próximos três anos é a redução desta dívida em 50% ao ano.

Por enquanto, o São Paulo não prevê nenhum tipo de contratação para reforçar o elenco. Para o lugar de Antony, o clube aposta em Helinho.  Neste momento, a comissão acredita que há peças dentro do elenco para suprir essas necessidades.

Foto: Divulgação
Fonte: Globoesporte.com