Rojas: “Continuo morando no Brasil por causa do São Paulo”

Em entrevista ao programa Estádio 97, o chileno Rojas mostrou todo seu amor e carinho ao São Paulo

Rojas defendeu o gol são-paulino e depois ainda foi treinador de goleiros até conseguir ser treinador efetivado, Rojas contou todo seu amor pelo clube do Morumbi.

“Hoje tenho uma relação muito boa com o São Paulo. O que sinto por esse clube, é mais do que o de um torcedor. Eu até me emociono ao falar do São Paulo, pois esse time me deu tudo, me resgatou no meu pior momento, então eu ao o São Paulo. Hoje, continuo morando no Brasil por causa do São Paulo”.

Rojas disse que se sentiu injustiçado quando deixou o clube a pedido do então técnico Cuca, que não queria a presença do chileno na comissão técnica.

“Infelizmente eu sai e fiquei muito triste. Não há mágoas hoje com as pessoas, mas foi bem triste a diretoria da época aceitar o pedido do Cuca para a minha saída”, disse o ex-preparador de goleiro do São Paulo.

Interino, Rojas ajudou o time a chegar até a semifinal da Libertadores da América, algo que não acontecia desde 1994, quando o São Paulo perdeu a final para o Velez Sarsfield.

“O fato de algumas pessoas não compartilharem com minhas ideias, isso é passageiro, mas tenho uma ótima relação como São Paulo”, disse.

O ex-treinador do São Paulo disse que ainda visita o CT Tricolor, que mantém conversas com Raí e com membros da atual diretoria do Tricolor.

“Sim, ainda vou ao CT às vezes, falo bastante com o Raí e outros diretores do São Paulo”, disse e seguiu respondendo a pergunta se gostaria de voltar ao São Paulo.

“Gostaria de voltar sim, na preparação dos goleiros. Não como um preparador do goleiros, mas sim em uma equipe que saibam da posição na prática, para ajudar a corrigir os erros, analisar os lances e ajudar a corrigir os erros”, finalizou.

Como jogador, Rojas foi campeão Paulista em 1987 e 1989.

FOTO: Reprodução internet