in ,

River vem cheio de problemas e sem ritmo de jogo

Clube argentino fará sua primeira partida oficial desde março, quando venceu o Binacional, pela Libertadores da América

Nesta quinta-feira (17), a partir das 19h00, no Morumbi, São Paulo e River fazem o grande clássico sul-americano neste retorno da Libertadores.

Com muita rivalidade e partidas históricas no caminho, o jogo de hoje poderia ser mais um de Morumbi lotado e com as equipes voando, porém, devido a pandemia que assombra o mundo, nosso estádio não poderá receber a torcida, e os times não virão com tudo, o River, por exemplo, não faz um jogo oficial desde março.

+ Prováveis escalações de São Paulo x River

Problemas do River

1- Falta de ritmo.

O clube não disputa uma partida oficial desde o dia 11 de março, quando goleou o Binacional por 8 a 0, também pela Libertadores. Já são mais de seis meses sem entrar em campo.

2 – Covid-19 no plantel

O experiente lateral esquerdo Milton Casco, de 32 anos, foi diagnosticado com a Covid-19 e também está fora do confronto.

3 – Saídas de jogadores

O primeiro a sair foi o artilheiro Nacho Scocco, referência da equipe no ataque. Aos 35 anos, o jogador não renovou contrato e se transferiu ao rival Newell’s Old Boys. A outra saída deve ficar por conta de Juan Fernando Quintero. O camisa 10 negocia sua ida ao futebol chinês e nem foi relacionado para a partida desta quinta-feira. 

4 – Lesionado

Lucas Pratto, velho conhecido do futebol brasileiro, que defendeu o Tricolor paulista em 2017, se recupera de lesão na coxa direita e sequer viajou com a delegação para o Brasil. 

+ River ainda deve milhões ao São Paulo por compra de Pratto

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara