in , ,

Relato do jogo: São Paulo 2×1 Grêmio

Time São Paulo 2021. (Foto: Divulgação)

Tricolor abre o placar com Vitor Bueno, sofre empate ainda na primeira etapa, mas Igor Gomes faz o segundo gol são-paulino, nos acréscimos do segundo tempo

Em uma partida com dois gols de falta e lance decisivo no último minuto, o São Paulo derrotou o Grêmio por 2 a 1, no Morumbi, na noite deste sábado (14) e afastou-se ainda mais do Z4 do Campeonato Brasileiro. Por outro lado, o time gaúcho segue na penúltima colocação, em situação delicada com a disputa na reta final do primeiro turno.

O JOGO

PRIMEIRO TEMPO COMEÇA COM GRANDE CHANCE DO SÃO PAULO

Logo nos primeiros três minutos de jogo, o São Paulo teve uma grande chance de abrir o placar. Galeano fez boa jogada de velocidade pela ponta direita, superou o marcador e saiu cara a cara com o goleiro. O paraguaio poderia até tentar o passe, mas buscou a finalização que só não entrou pois o volante Thiago Santos tirou a bola em cima da linha.

VITOR BUENO ABRE O PLACAR EM GOL DE FALTA

Aos 12 minutos, após sofrer falta na entrada da área, o atacante Vitor Bueno bateu forte, no canto do goleiro e superou o goleiro Chapecó, que não conseguiu parar o chute, mesmo com a bola indo em cima dele.

O gol coroou o domínio do São Paulo nos minutos iniciais da partida. Nos primeiros momentos do jogo, o time da casa jogou no campo de ataque, buscando o gol e criando mais oportunidades. Após o gol, o Grêmio se abriu e passou a se lançar um pouco mais ao campo de ataque.

TAMBÉM DE FALTA, GRÊMIO EMPATA A PARTIDA COM VANDERSON

Logo na sequência, aos 19 minutos do primeiro tempo, o Grêmio foi recompensado por procurar o ataque. Em uma falta perto da área, Vanderson acertou uma bela cobrança no ângulo direito de Tiago Volpi, com direito a tocar o travessão antes de entrar no gol e empatar a partida. 4

A partida ficou mais disputada e mais dinâmica com o gol do time gaúcho, colocando as duas equipes em igualdade no placar e procurando o ataque.

PRIMEIRO TEMPO TERMINA EQUILIBRADO

Com o empate no placar, os últimos minutos do primeiro tempo foram de muito equilíbrio. Os dois times se lançaram ao ataque e procuraram o gols, conseguindo algumas chances.

O São Paulo ficou mais perto de fazer o gol, com boas oportunidades de finalizações com Vitor Bueno e Galeano.

SEGUNDO TEMPO COMEÇA AGITADO

A segunda etapa da partida seguiu com o mesmo ritmo em que terminou a primeira, com investidas no ataque e chances de gol criadas. Logo de cara, o Grêmio quase balançou as redes, mas, depois disso, o São Paulo retomou a superioridade na partida, tendo maior controle das ações e criando mais chances de passar à frente no placar.

SÃO PAULO DOMINA, MAS GRÊMIO CRESCE NO JOGO

O Tricolor paulista seguiu melhor no jogo, ocupando o campo de ataque e utilizando seu forte meio de campo para ter mais posse de bola, com algumas oportunidades interessantes de gol, como no chute de Rigoni, que passou ao lado do gol de Chapecó.

Entretanto, conforme o tempo passou, o Grêmio passou a crescer na partida, criando suas próprias chances e explorando o ataque, criando jogadas com Jean Pyerre, Lucas Silva e contando muito com a participação do lateral Vanderson. Com isso, o jogo ficou mais equilibrado, mesmo que o time da casa ainda fosse levemente superior e mais ofensivo.

IGOR GOMES DESEMPATA A PARTIDA NOS MINUTOS FINAIS

Aos 48 minutos do segundo tempo, já nos acréscimos, Rigoni infiltrou pelo lado direito do ataque e de um belo passe, pelo alto, para o segundo pau, onde Igor Gomes chegou sozinho para empurrar para o gol e garantir três pontos importantes para o São Paulo.

Igor Gomes - gol São Paulo x Grêmio
Igor Gomes comemora o gol (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

FIM DE JOGO! SÃO PAULO VENCE O GRÊMIO POR 2 A 1

Com a vitória por 2 a 1, o Tricolor paulista se afasta da zona de rebaixamento, enquanto o time gaúcho segue na penúltima posição da tabela do Campeonato Brasileiro.

Agora, o São Paulo enfrenta o Palmeiras, pela partida de volta das quartas de final da Libertadores, na próxima terça-feira (17), no Allianz Parque. A equipe precisa de uma vitória para avançar, ou um empate por dois ou mais gols.

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara