Raio X Tricolor 2016 – Hudson

Hudson começou bem no tricolor, mas caiu muito de rendimento e dividiu muito a opinião da torcida

O volante que já atuou de zagueiro, lateral e meio campo, se firmou como volante. Ganhou destaque jogando pelo Botafogo (SP) no Paulistão 2014. Eleito o melhor volante do torneio e o atleta que mais desarmou, chegou ao São Paulo para compor o setor. Por uma necessidade do elenco, atuou muito pela lateral-direita e fez bem a função.

Nome: Hudson Rodrigues dos Santos
Data de Nascimento: 30 de janeiro de 1988 (28 anos)
Local de nascimento: Juiz de Fora-MG
Altura: 1,79
Peso: 73 kg
Posição: Lateral Direito/ Volante
Primeiro Clube: Santos
Jogos pelo São Paulo: 72

2015: Revezou em muitos momentos na lateral direita com Bruno. Em algumas substituições começou como titular no meio campo, mas era remanejado à lateral. Quando atuando no meio campo, ele destruía as jogadas adversárias evitando contra-ataques e jogadas de mano a mano. Se tornou o jogador mais faltoso do elenco. Com o time ofensivo, Hudson foi sobrecarregado e sua temporada não foi de destaque. É o famoso jogador que “carrega o piano” para os demais terem liberdade para construir jogadas.

Jogos: 46
Passes certos: 1799 / Errados: 90
Lançamentos certos: 41 / Errados: 24
Desarmes: 115
Perda de bola: 120
Faltas cometidas: 99
Finalização (No gol): 16 (8)
Assistências: 5
Passe para finalização: 24
Gols: 1
Cartão amarelo: 13
Cartão vermelho: 0

Expectativa para 2016: Deve ser reserva imediato para o meio campo. Rodrigo Caio e Thiago Mendes em alto nível, a chegada de Lugano para zaga e o retorno de lesão de Breno fazem o espaço no setor defensivo diminuir consideravelmente. Com o time melhor postado defensivamente, a função de volante deverá ser menos sobrecarregada e o nível aumentar de quem ocupar o setor. A lateral ainda será uma possibilidade para o jogador, que faz bem a função.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *