Raí, Passáro e Lugano são cobrados

O conselho de Administração do São Paulo se reuniu na noite desta segunda-feira para cobrar os três dirigentes sobre a má fase do clube

No noite desta segunda-feira membros do conselho de administração se reuniram e cobraram o Raí, executivo de futebol, Alexandre Pássaro, gerente/diretor de futebol, Lugano, superintendente de relações institucionais do clube sobre a má fase do Tricolor. 

O encontro ocorreu no Morumbi e durou quase quatro horas, período em que os membros do conselho de administração, que contam com oito pessoas mais o presidente Leco, conversaram, fizeram perguntas e cobraram.

A pauta principal da noite foi a má fase do time de futebol, que venceu apenas quatro dos 13 jogos oficiais da temporada (foram ainda três empates e seis derrotas). Na próxima quarta-feira, a equipe jogará contra o São Caetano para tentar vaga nas quartas de final do Campeonato Paulista. A eliminação antes do mata-mata é vista como um vexame.

Foi cobrado na reunião: falta mais comprometimento do elenco, atitude dos jogadores, investimento feito para a temporada (R$ 45 milhões) e resultados bem abaixo do esperado, como a queda na segunda fase preliminar da Copa Libertadores, que significou a perda de receitas de até R$ 30 milhões.

Não se falou de demissões, nem de contratações, ou mesmo do técnico Cuca, que começará a trabalhar em abril.

Segundo a ESPN Brasil, alguns dos presentes, foi um encontro cordial, em alguns momentos com cobranças duras, e satisfatório.

Foto: Rubens Chiri
Fonte: ESPN