in , ,

Quatro nomes são ventilados para substituir Diniz; Veja quais

Fernando Diniz. (Daniel Vorley/AGIF)

Além de quatro nomes fortes para substituir Diniz, outros dis conhecidos do São Paulo estão sob “análise” da diretoria

Sem vencer há cinco jogos consecutivos no Campeonato Brasileiro, o São Paulo está a quatro pontos do Internacional, que aliou excelente sequência de jogos na competição e os tropeços do rival para assumir a ponta. A situação, deixa o técnico do Tricolor Fernando Diniz numa verdadeira corda-bamba.

Segundo informações de Jorge Nicola, em seu blog no Yahoo, o São Paulo já vem sondando alguns nomes para substituir Fernando Diniz. 

Um deles é o de Miguel Ángel Ramírez, outrora procurado pelo Palmeiras. Apesar de o técnico espanhol ex-Independiente Del Valle já ter um acordo para assumir o Internacional ao fim do Campeonato Brasileiro, o Tricolor procurou entender os detalhes deste acerto.

Aliando as boas opções que o mercado tem no momento ao custo da operação, o clube do Morumbi também vê em André Villas-Boas, atualmente no Olympique de Marseille, como um nome que agrada demais a diretoria. O vínculo do português com a equipe francesa, porém, inviabiliza qualquer acerto neste momento.

Outro nome que também foi consultado é o do chileno Sierra, meia que jogou pelo São Paulo em 1994 e 1995. Aos 52 anos, ele comanda o Palestino e terá seu currículo avaliado.

Em relação aos técnico brasileiros, o que tem maior aceitação é Rogério Ceni, atualmente no Flamengo.

O nome do ex-goleiro são-paulino agrada – e muito – os diretores do clube paulista, que podem ir em frente pela sua contratação, caso ele deixe o Rubro-Negro.

Diego Aguirre e Juan Carlos Osório, que já passaram pelo Morumbi, não estão na fila das primeiras opções, mas no gosto dos atuais dirigentes, o uruguaio leva vantagem sobre o colombiano.

O Tricolor é o segundo colocado do Brasileirão, com 58 pontos, e só volta a campo no próximo domingo (31), quando encara o Atlético-GO, fora de casa, pela 33ª rodada.

Foto: Daniel Vorley/AGIF

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara