Presidente da FPF revela data de começo do Paulistão de 2021

Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF, revelou que o Paulistão de 2021 vai começar uma semana após o término do Campeonato Brasileiro de 2020

Em participação especial no programa “Mesa Redonda”, da TV Gazeta, no último domingo (12), o presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Reinaldo Carneiro Bastos, falou sobre o retorno do Campeonato Paulista, marcado para o dia 22 de julho e descartando qualquer possibilidade de ‘tapetão’ em relação ao rebaixamento.

“Nenhuma possibilidade. Independente do clube que será rebaixado, o regulamento será cumprindo, não há nenhuma hipótese dos estatutos deixarem de ser respeitados. O campeonato parou para todos, as regras são para todos. Os clubes de São Paulo sabem o que aconteceu e quais são as regras para a volta”, afirmou o dirigente.

Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista de Futebol, revelou que o Campeonato Paulista de 2021 vai começar no dia 28 de fevereiro, uma semana após o término do Campeonato Brasileiro de 2020.

O torneio nacional também foi afetado pelo novo coronavírus e teve seu início postergado em quase quatro meses. Está previsto para iniciar em 9 de agosto e ser concluído em 21 de fevereiro de 2021.

Ele (Brasileirão) termina e começa o Campeonato Paulista em 28 de fevereiro, nos mesmos moldes de 2020”, revelou.

Por fim, o presidente da FPF falou sobre os impactos econômicos que a entidade está sofrendo durante a pandemia e sobre a falta de receitas por conta da ausência de público nos jogos restantes do Paulistão.

“Nós vamos ter todas as rodadas do Campeonato Paulista sem público. É um impacto em torno de 35% sobre o faturamento da Federação. Estamos tomando providências. Há 60 dias diminuímos a carga horária de todos em 25%, cortamos 50% do nossos prestadores de serviços e fizemos ajustes de 30% a 50% de desconto”, disse.

“Todos os gestores estão trabalhando para apresentar semana que vem um número maior de cortes para que a Federação possa continuar fazendo o que tem que fazer: investir nas competições. A gente precisa ter capacidade financeira para fazer campeonatos. Nós vamos agir, não vão ser atitudes agradáveis e simpáticas, mas vamos tomar providências para adequar as receitas”, concluiu.

Fonte: Mesa Redonda / TV Gazeta
Foto: Divulgação

Leave your vote

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.